Caminhoneiros autônomos de todo o Brasil têm disponível uma nova ferramenta para encontrar sem dificuldades empresas interessadas em serviços de transporte de cargas. O BuscaCargas, que acaba de ser lançado, permite a interface entre os profissionais das estradas e empresários.

Pelo dispositivo móvel ou no próprio site, os empresários interessados em despachar e transportar suas cargas podem encontrar caminhoneiros cadastrados no sistema disponíveis para o trabalho. Os caminhoneiros, por outro lado, podem buscar as cargas disponibilizaas pelas empresas e até consultar cargas futuras em outros locais, onde, por exemplo, podem oferecer o transporte para não voltar com o caminhão vazio.

O transportador receberá avisos por Push nas versões mobile de cargas que estejam disponíveis num raio de até 100 quilômetros do embarcador.

Para dispositivos móveis, o BuscaCargas roda nos sistemas Android e iOS, da Apple. Além disso, o projeto tem um dispositivo que acompanha a rota via satélite pelo telefone.

Rastreamento
As longas viagens de caminhoneiros autônomos podem ser monitoradas do celular por seus familiares. Para ampliar a segurança dos trabalhadores, uma empresa especializada em fretamento criou um aplicativo que permite a cerca de 40 mil usuários compartilharem informações como a localização e rota do veículo.

O sistema de gerenciamento de cargas online já está consolidado em uma base de 12 mil transportadoras, responsáveis por cerca de 70 mil fretes por mês que garante renda aos milhares de caminhoneiros.

O sistema disponível no celular é apoiado em uma plataforma web. Permite a familiares que os caminhoneiros autônomos se mantenham conectados e informem aos familiares quem os contratou e detalhes do trajeto. Estima-se que 40% dos transportadores autônomos já tenham acesso à Internet. Esta inclusão é aliada no acesso a serviços e soluções para a classe trabalhadora e sem custo, antes restritos às transportadoras.

A distância de casa, jornadas exaustivas e a precariedade das estradas são desafios dos caminhoneiros, que enfrentam ainda riscos de acidentes e roubos de cargas. A nova ferramenta, segundo seus desenvolvedores, vai tornar mais produtiva e segura a jornada dos caminhoneiros autônomos e representa um passo adiante em um segmento carente de soluções. A nova tecnologia representa investimentos de mais R$ 5 milhões.