Home Cultura Consultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italiana

Consultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italiana



O Brasil não é mais o mesmo desde que a imigração italiana ocorreu no país, entre 1880 e 1960. Da contribuição inicial dos imigrantes, sobretudo nas colheitas de café na região Sudeste, as influências dos italianos atravessaram os séculos e se espalharam por todas os estados, abrangendo elementos como a cultura e a gastronomia.

Segundo estimativas, há cerca de setenta milhões de descendentes de italianos em todo o mundo. Destes, o Brasil detém a marca de 30 milhões de ítalo-descendentes, o que leva o país ao status de nação com o maior número de filhos, netos, bisnetos ou tataranetos de italianos fora da Itália.

Diante deste número, os descendentes de italianos engrossam o volume de brasileiros que requerem uma segunda cidadania italiana. Dados do Eurostat, gabinete de estatísticas da UE (União Europeia), revelam que 729 mil pessoas obtiveram a cidadania em um Estado-membro da UE em 2020, um crescimento de 3% em relação ao ano precedente – 24 mil brasileiros. Dentre os requerentes, 19,6% reivindicaram a cidadania italiana.

Lilian Ferro, CEO da Simonato Cidadania, empresa que presta consultoria no reconhecimento de cidadania italiana, atesta que a busca por informações a respeito do pedido de uma dupla cidadania tem sido crescente. “É comum que existam muitas dúvidas com relação ao tema, mas todos os brasileiros que possuem descendência têm o direito de requerer a sua cidadania italiana”. 

Ela destaca que não há limite de gerações para o reconhecimento da cidadania italiana.  Entretanto, para empreender o processo de solicitação, o cliente deve ter a certeza de que possui a descendência.

Busca por documentos e antecedentes é entrave

Ferro afirma que, caso o requerente tenha dúvidas sobre sua ancestralidade, poderá efetuar uma pesquisa genealógica. Depois da comprovação de ter algum italiano em sua linha, será preciso juntar todas as documentações que comprovem a descendência. 

“Após a decisão de dar início ao processo reconhecimento da cidadania italiana, o primeiro passo é conversar com seus familiares, para conhecer sua história, obtendo informações sobre o seu antenato e toda a linha de descendência”, informa a especialista. 

A maneira mais eficiente para iniciar a busca pelos documentos é partir do próprio requerente, afirma a CEO da Simonato Cidadania. Ocorre que as certidões trazem informações relacionadas às anteriores, o que torna possível seguir em direção ao antepassado, geração por geração.

“Por exemplo, na sua certidão de nascimento, encontram-se as cidades de nascimento de seus pais. Na certidão de seus pais, estarão as informações de nascimento de seus avós, e assim por diante, até seu antenato. E, sabendo o local de nascimento, é possível entrar em contato com o cartório e solicitar o documento”, esclarece.

“Após descobrir o parentesco do seu antenato italiano em relação a você, é hora de buscar, para cada pessoa envolvida na linha de descendência, os documentos necessários, que são certidão de nascimento, casamento e de óbito, que, em caso dessa última não ser encontrada, não impede que o processo siga adiante”, completa.

Para dar início ao processo de montagem e estruturação de uma pasta, prossegue, todas as certidões devem estar em inteiro teor, um formato que pode ser solicitado em qualquer cartório brasileiro. “Sabemos que é possível que haja dificuldade em encontrar as certidões mais antigas, o que é natural. Antes de recorrer a um serviço profissional, vale fazer a busca em sites, como ‘My Heritage’ e ‘Family Search’”, indica.

“A pesquisa por ancestralidade e a busca por documentos, assim como o requerimento como um todo, compreende um processo que pode parecer difícil, mas que pode ser simplificado por uma empresa que preste consultoria no reconhecimento de cidadania italiana e que pode se encarregar por todas as etapas”, conclui Ferro.

Para mais informações, basta acessar: https://www.simonatocidadania.com.br/

Consultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italianaConsultorias auxiliam brasileiros que buscam cidadania italiana

Previous articleFAEP promove formação escolar gratuita para jovens e adultos de baixa renda
Next articleLivro de pesquisadora italiana investiga a ciência de dados