NOVIDADES

Ensino universit√°rio e mercado de trabalho: mind the gap


by 30 de outubro de 2019 0 comments

Por Richard Vasconcelos *

Enquanto os investimentos nas universidades seguem no cerne de um debate nacional acalorado, h√° outro debate oculto no RH das empresas: as universidades est√£o, de fato, preparando alunos para entrarem no mercado de trabalho?

Com a expans√£o do ensino superior acelerada pelo ensino √† dist√Ęncia, ter um diploma n√£o √© mais algo exclusivo de uma pequena elite intelectual. Muito menos √© suficiente para garantir uma vaga de trabalho. Para piorar a situa√ß√£o para os estudantes, o conte√ļdo ensinado est√° cada vez mais distante das necessidades dos empregadores.

O grande impasse contempor√Ęneo das organiza√ß√Ķes √© o delay entre ensino universit√°rio e mercado. Isso porque a academia continua ensinando a mesma grade curricular h√° d√©cadas, sem atentar a uma s√©rie de mudan√ßas introduzidas principalmente pelas novas tecnologias.

Por exemplo, ainda h√° cursos de Pedagogia sem Ensino √† Dist√Ęncia na grade, e faculdades de Marketing com pouqu√≠ssima mat√©ria sobre Marketing Digital. H√° cursos de Tecnologia que n√£o falam de rob√≥tica, intelig√™ncia artificial, blockchain ou mobile.

Como as universidades pretendem formar protagonistas em um mundo cada vez mais digital se continuam com o pensamento analógico?

Para reduzir a lacuna, a solu√ß√£o tem sido o aumento de investimentos na educa√ß√£o corporativa. Apesar de n√£o ser um conceito novo, a tend√™ncia para os pr√≥ximos anos √© que se torne indispens√°vel turbinar colaboradores para acompanharem as transforma√ß√Ķes que se multiplicam em todos os setores.

Nesse mundo cada vez mais digital, as empresas não estão investindo apenas em conhecimentos técnicos. Cresce a procura por temas como inteligência emocional, empatia, gestão de tempo e feedback.

Em tempos em que as m√°quinas est√£o em alta, o desafio tornou-se como lidar com humanos. Tudo mudou. E, h√° muito, o ensino formal n√£o vem dando conta de preparar para este novo cen√°rio.

O fato √© que a guinada nos formatos √© fundamental para o aquecimento da economia e do fortalecimento do Brasil como player no cen√°rio global. Profiss√Ķes tradicionais como advogados, engenheiros, m√©dicos, pilotos, professores, etc. est√£o se transformando radicalmente com a introdu√ß√£o da intelig√™ncia artificial.

Se continuarmos ensinando das mesmas maneiras do passado, teremos uma dificuldade muito grande em nos manter competitivos como pa√≠s, e os brasileiros ter√£o mais dificuldades em conseguir emprego no futuro. √Č hora de mudar.

 

* Richard Vasconcelos CEO da LEO Learning Brasil

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de coment√°rios s√£o processados.