Aumento da Selic não inviabiliza a compra do imóvel

    Rio de Janeiro 21/6/2021 – Financiamento imobiliário continua com juros ainda mais baixos

    A compra do imóvel financiado ainda continua vantajosa mesmo com o aumento da Selic (taxa básica de juros) de 3,5% para 4,25% ao ano anunciado pelo Copom (Comitê de Política Monetária). Isso porque os juros do crédito imobiliário seguem em patamares baixos e o setor se mantém atrativo tanto para investidores quanto para os interessados na aquisição da casa própria. A afirmação é da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias). Aliada a isso, a associação ressalta que há uma expectativa de recuperação do PIB (Produto Interno Bruto) que traz mais confiança, fortalece os diversos setores econômicos e contribui para o crescimento do emprego e da renda no Brasil.

    O diretor da Pró Lotes, Marcelo Fróes, complementa que o cenário permanece propício mesmo com a elevação da Selic porque o percentual sempre foi alto. “Com o patamar mais baixo, na hora do repasse quando vai para a ponta, ou seja, para o consumidor na aprovação do financiamento, conseguimos aplicar uma taxa muito baixa e bastante atraente, contribuindo para que mais pessoas tenham acesso à compra do imóvel. Além disso, o cenário está refletindo em um reaquecimento do mercado imobiliário pós pandemia”, analisa Fróes. O executivo lembra ainda que a empresa fez um lançamento de terrenos em abril que foi 100% comercializado em Vargem Pequena, na Zona Oeste do Rio. “Diante do excelente resultado estamos antecipando outro lançamento para julho em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O importante é unir localização, preço e condições de pagamento, pois o mercado conta com crédito farto e as empresas também passaram a financiar direto o interessado na compra de uma unidade”, explica Fróes.  

    Para se ter ideia de como o mercado está reagindo, pesquisa do Secovi Rio (Sindicato da Habitação) mostra que de janeiro a maio houve crescimento de 80% nas negociações residenciais e de 60% nas comerciais em relação aos mesmos meses do ano passado. Na análise dos imóveis residenciais negociados apenas no mês de maio, o sindicato observou que 2021 teve o melhor resultado desde 2012.Aumento da Selic não inviabiliza a compra do imóvel

    Website: https://www.prolotes.com

    Previous articleAudiometria ocupacional pode prevenir e identificar a perda de audição de trabalhadores que ficam constantemente expostos a ruídos
    Next articleSaiba como como proteger seus dispositivos e dados pessoais