Focando no mercado jovem, que não usa mais relógio, a fabricante suíça Tag Heuer lançou o Connected Watch, smartwatch com Android Wear e processador Intel, tudo dentro de um caixa de 46mm de titânio.

A caixa do smartwatch é a mesma, porém existem seis cores de pulseiras de borracha:… [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

…preta, vermelha, azul, branco, laranja, verde e amarelo, além das versões em couro ou titânio.

Além das telas que mostram relógios famosos da marca, existe a opção Ambassador, ou embaixadores da marca, bem focado no público jovem, como Tom Brady, quarterback do New England Patriots (vulgo marido da Gisele Bündchen), além de David Guetta, entre outros.

Para completar nada de cabo USB para carregar, a carga é feito por carregamento por contato, basta colocar o relógio em cima do carregador e pronto.

Bem, antes de continuar e falar de preço deixo avisar, o mercado de luxo vive em realidade, não é um mercado de massa, onde você encontra o produto em qualquer lugar e o preço costuma cair depois de algum tempo de lançado, como é o caso deste produto.

No primeiro momento o Connected Watch só será vendido na boutique da marca aqui em São Paulo. São poucas unidades, com preço sugerido de R$ 8.496,00 e com garantia de dois anos.

Mas aí vem um fato interessante. Todos sabemos que smartwatches são produtos com vida curta e o consumidor de luxo quer um produto que passe de pai para filho, de avó para neto, etc, então a Tag Heuer fez o seguinte: depois de dois anos o cliente pode retirar o smartwatch e colocar um mecanismo analógico e ficar anos e anos com o relógio.

Legal né, mas isso tem um preço, salgado para nós mas não para o mercado de luxo. Essa transformação custa duas vezes o preço do Connected Watch na data da alteração, ou seja, se a troca fosse hoje seria R$ 8.496 x 2 = R$ 16.992,00.

Gostou? Curtiu? Deixe seus comentários.

[/read]

 

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA