Business inteligence

Por: Felipe Mafra*

Vamos combinar algo? Explicaremos de maneira simples, sem os jargões técnicos, para que você apaixone-se pela área. Combinado? Sim, nossa intenção é despertar a sua vontade de estudar. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Imagine aquele restaurante que você almoçava com os seus pais quando era criança. Seu pai conhecia o dono, que afagava a sua cabeça a cada ida ao recinto, e a sua mãe era encantada pela feijoada. O restaurante já fazia parte da família e do tradicional almoço de domingo. É bem provável que se você não tenha vivido isso, mas mesmo assim mentalizou a cena.

E essa narrativa tem a ver com Business Intelligence? Não necessariamente, mas faremos a correlação.

É quase uma certeza que muitos dos estabelecimentos acima dos 30 anos de atividade fecharam. Não havia análise de mercado a não ser a intuição dos donos. O que estamos dizendo com isso? O restaurante preferido da sua família fechou. Mesmo com toda a freguesia tradicional e as centenas de pedidos anotadas no papel sendo levadas para a cozinha do restaurante, ele não resistiu ao tempo. Guarde a pergunta que iremos fazer: o que aconteceu?

Business Intelligence, também conhecida como Inteligência de Negócios ou BI, dirá o que aconteceu, não somente no tradicional restaurante, como também em multinacionais e setores de empresas dos mais diversos ramos.

A importância do Business Inteligence para o seu negócio

De uma maneira simples, Business Intelligence requer uma entrada de dados para que esses sejam analisados e respondam perguntas sobre fatos ocorridos. Isso talvez desse uma sobrevida ao restaurante, se o dono soubesse que o seu cardápio era grande demais e trazia prejuízos pela imensa quantidade de comida não vendida. Talvez o dono optasse a vender somente a costela com agrião e a feijoada se soubesse que esses eram os pratos campeões e a saída dos demais não compensava os custos.

Pode ser, ainda, que o dono do restaurante tivesse reduzido a jornada e com isso cortado custos, ao saber que as terças-feiras eram dias fracos em faturamento, mas as quartas e domingos eram os melhores dias por causa da rodada de jogos de futebol.

Essas são respostas simples que respondem o que acontece nas empresas com um simples insumo: Dados.

É claro que nos dias de hoje, não mais existem as comandas de pedidos que vão para a cozinha dos restaurantes e, quando existem, são acompanhadas de pedidos eletrônicos que alimentam um banco de dados que permite ao dono do restaurante consultar não só o seu faturamento como também quem é o maior responsável por ele.

Trazendo para o mundo corporativo das multinacionais, podemos responder perguntas como:

– Qual é o meu melhor cliente?
– Quem é o meu melhor fornecedor?
– Qual época do ano favorece o consumo?
– Qual a minha loja mais rentável?

Esse processo de análise é dividido basicamente em três fases:

A primeira fase extrai os dados do banco de dados, realiza uma limpeza e posteriormente carrega esses dados no que chamamos de Datawarehouse, através de ferramentas de ETL – Extract Tranform and Load.

A segunda fase é exploratória, e utilizamos ferramentas de cubo, também conhecidas como ferramentas OLAP, que permitem realizarmos perguntas sob diversas óticas. De tempo, de vendedor, de produto, de loja e as mais diversas formas. Tudo depende do negócio.

A terceira e última fase é bem simples: a criação de relatórios, geralmente web, para informação dos usuários.

Então, é correto afirmar que Business Intelligence responde o que aconteceu ao tradicional restaurante do começo do texto e que é essencial para qualquer empresa.

Outra abordagem que tem demandado atenção de profissionais de TI e gerentes e responsáveis por negócios é: o que poderá acontecer? Essa pergunta é respondida pelo Data Science, ou Ciência de Dados, com a aplicação de funções matemáticas e métodos estatísticos que permitem predizer algum acontecimento.

Agora, a pergunta que sobra é: você estará preparado?

*Felipe Mafra tem mais de 17 anos de experiência em TI e é instrutor na Udemy, analista de Business Intelligence e administrador de banco de dados.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
A importância do Business Inteligence para o seu negócio

Veja também
Cursos de férias no exterior ajudam na admissão em faculdades estrangeiras
Conheça curso de Inglês que integra aulas com atividades em Realidade Virtual
Concurso global premia projetos de moda sustentável