Home Cultura Avantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SP

Avantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SP



Segurança e mobilidade são prioridades para quem usa a bicicleta no seu dia a dia. Um pedal tranquilo, seja a passeio ou a trabalho, precisa contar com espaço adequado, boa sinalização e recursos de segurança para garantir que o trajeto seja percorrido sem contratempos.

É isso que a Ciclovia Franco Montoro, em São Paulo, oferece aos ciclistas que circulam por lá. A Avantia, uma das líderes em segurança eletrônica do país, com a WeSafer, seu braço para soluções digitais que oferece desenvolvimento próprio em Inteligência Artificial, firmou parceria com a Farah Service, concessionária responsável pela zeladoria e administração da Ciclovia, para este objetivo. Agora, o trajeto conta com soluções digitais de segurança e videomonitoramento inteligente em nuvem, para analisar situações e atuar preventivamente em ocorrências que possam representar perigo aos usuários.

Já são 110 câmeras instaladas e em funcionamento, cobrindo 10 km da Ciclovia – da Ponte do Jaguaré até a Ponte Estaiada do Morumbi. Até o fim do ano, junto com a expansão para a margem oeste do Rio Pinheiros, a ciclovia atingirá 39 km de extensão. A parceria com a Avantia avançará com essa expansão e a previsão é chegar a cerca de 500 câmeras.

Inteligência artificial a serviço da população



O projeto de implantação do videomonitoramento na Cliclovia é da Avantia e a plataforma digital de softwares e aplicativos atuando de forma integrada é da WeSafer, unidade digital independente especializada em soluções digitais que utilizam inteligência artificial para geração de dados.

O sistema completo para a segurança dos ciclistas conta com analíticos de vídeo que ajudarão a identificar ocorrências e comportamentos suspeitos, além de garantir a operação e manutenção de dispositivos digitais de sonorização, intercomunicadores e automação da iluminação local.

Ainda, a WeSafer disponibiliza aos ciclistas o aplicativo WeSaferApphttps://wesafer.com/ – que oferece acesso às câmeras para consulta em tempo real, um botão de emergência para atendimento durante o uso da ciclovia e um canal de comunicação de incidentes.

Ciclistas em segurança

Em torno de 200 mil ciclistas frequentam a Ciclovia Franco Montoro mensalmente. Eles já podem contar com a tecnologia das câmeras digitais dotadas de inteligência artificial em nuvem para terem mais segurança, uma vez que o videomonitoramento tem foco na prevenção de riscos e no atendimento de incidentes.

As câmeras estão online 24/7 (24 horas por dia, 7 dias por semana), gerando alertas que são enviados diretamente para a Central de Monitoramento da Avantia, em Recife. Entre as soluções já em operação na Ciclovia, estão:

  • Movimentação na área: recurso ativo no período em que a ciclovia está fechada (período noturno), para alertas sobre acessos indevidos;
  • Aglomerações: que podem indicar um acidente na pista ou até um tumulto;
  • Abuso de permanência: identificando previamente alguém que pode estar mal-intencionado;
  • Leitura de placas de veículos: garantindo que somente os veículos autorizados circulem no local.

Em breve, outras soluções estarão disponíveis, como:

  • Detecção de porte de arma: auxiliando na prevenção de crimes;
  • Medição de velocidade: garantindo a segurança dos que circulam de bicicleta no local;
  • Contagem de pessoas;
  • Detecção de animais na pista.

As gravações dos vídeos são contínuas e ficam armazenadas em média por 30 dias na nuvem. Para cada tipo de evento detectado, há um fluxo de trabalho previamente definido e seguido pelo operador, garantindo um atendimento rápido e eficaz. A recepção dos eventos ocorrerá pela Central de Monitoramento da WeSafer/Avantia, localizada em Recife, e na Central Container localizada na própria Ciclovia, de forma redundante para garantir que nenhum evento passe despercebido.

Mulheres seguras

O objetivo do videomonitoramento na Franco Montoro é proteger todos os frequentadores da ciclovia. Mas para garantir ainda mais a segurança de mulheres e vulneráveis que utilizam a estrutura como um todo, foi feita uma análise dos possíveis pontos que possam apresentar algum tipo de perigo para esse público. O objetivo é monitorar fortemente esses locais, identificando e repelindo rapidamente qualquer atitude suspeita.

Complementando essa iniciativa, QR Codes foram espalhados pelos 10 km que já estão sendo monitorados. Através deles, é possível acessar a Landing Page da Ciclovia (https://cicloviadigital.wesafer.com/) e encontrar a função chamada “Peça Ajuda”. Ao clicar, a pessoa é direcionada para o Whatsapp da Central de Videomonitoramento da Avantia, sendo possível relatar qualquer suspeita ou ocorrência. Os operadores estão treinados para dar o suporte necessário, seja acionando a equipe da ciclovia ou algum órgão público.

Ainda, haverá em breve intercomunicadores a cada 1 km, para acionar o botão de pânico para falar diretamente com a Central de Monitoramento da Avantia, localizada em Recife.

Para Maurício Ciaccio, sócio e responsável pela área comercial da Avantia, a modernização das ciclovias é de extrema relevância para compor a segurança pública de todas as cidades. “A faixa Rio Pinheiros – que pode ser acessada por sete pontos diferentes – chega a receber mais de 200 mil ciclistas por mês. É por isso que nos preocupamos em prover serviços de segurança, até então pouco visto em vias públicas do Brasil. A população ganha um respaldo interessante e se sente mais confortável em circular por lá”, relata Ciaccio.

O acompanhamento do monitoramento será feito pela central geral de operação da Avantia, em sua sede localizada em Recife (PE). De acordo com Maurício, assim que a imagem é captada, ela será analisada pelo próprio sistema que, ao detectar alguma anormalidade, emitirá um alerta ao operador. “Se ele confirmar que se trata de alguma situação de risco, as equipes de segurança serão avisadas imediatamente, para agir antes do pior acontecer. Isso é possível graças ao sistema de Inteligência Artificial com analíticos de vídeo – algoritmos que analisam e geram esses avisos”, diz o executivo.

“Teremos uma dupla gestão da Farah Service e da Avantia nas pistas da ciclovia, com capacidade tecnológica para ações imediatas e tomada de decisões preventivas em conjunto com o WeSafer App, aplicativo que garante a segurança em tempo real, o tempo todo”, ressalta Michel Farah, CEO da Farah Service.

Avantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SPAvantia e WeSafer cuidam da segurança da Ciclovia Franco Montoro, SP

Previous articleE-Summit 2022 traz novas tendências do marketing digital
Next articleInovação brasileira para reduzir pobreza menstrual é premiada na Europa
Diretor de Conteúdo do Portal Vida Moderna