… manter-se a uma distância segura de outros veículos e, se necessário e houver pista livre, acelerar dentro de uma velocidade segura e permitida. Outros sensores adaptados ao redor do carro podem detectar pedestres, objetos perigosos ou mesmo animais cruzando a pista.

Sem abalroamentos desses tipos, a Volvo espera já avançar sensivelmente no projeto de veículo à prova de mortes. Mas a montadora quer mais. Uma outra tecnologia possível de ser adaptada é um alarme que acorde o motorista quando ele adormece.

Direção tranquila
Não é de grande complicação isso. Algumas câmeras sensíveis podem ser adaptadas na cabine interna e métricas podem ser inseridas nos sistemas de monitoramento. Tudo isso pode detectar sinais de sonolência e mudanças no estilo de direção que indiquem algum problema.

A maioria das tecnologias planejadas pela Volvo existem em algum veículo ou estão maduras para serem implantadas. A parte complicada do projeto é mais audaciosa. A empresa quer incluir inteligência artificial nos carros. O objetivo é um carro autônomo, que possa dirigir sozinho nas situações mais perigosas ou tediosas. Com isso, sobra ao motorista o prazer de pegar no volante quando quiser apenas curtir o ato de dirigir.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br