NOVIDADES

Dia Mundial da Internet: conheça cinco fatores determinantes para o futuro da web

Dia Mundial da Internet: conheça cinco fatores determinantes para o futuro da web

por 19 de maio de 2017 0 coment√°rios

Atualmente, √© mais f√°cil utilizar a Internet do que era h√° 20 anos, uma vez que os usu√°rios podem ter mais habilidades digitais do que antes. Por√©m, ainda h√° certo desconhecimento sobre o que √© a web e de onde vem seu conte√ļdo. Pensando nisso, a Mozilla, “dona” do navegador Firefox, n√£o s√≥ celebra o Dia Mundial da Internet, como tamb√©m apresentou¬†dados importantes a respeito da sa√ļde da Internet e sobre seu futuro.

No come√ßo de 2017, a organiza√ß√£o lan√ßou o Internet Health Report, com o objetivo de explicar o que est√° acontecendo com a Internet nos dias de hoje e estabelecer medidas para que ela se desenvolva de maneira mais livre, aberta, inclusiva, segura e igualit√°ria. ‚ÄúN√≥s, da Mozilla, come√ßamos esse trabalho sobre a sa√ļde da Internet pela seguinte raz√£o: documentar e explicar o que est√° acontecendo com esse valioso recurso p√ļblico que ela representa.‚ÄĚ, explica Mark Surman, diretor-executivo da Mozilla Foundation. Confira a seguir as 5 quest√Ķes que ir√£o determinar o futuro da Internet, segundo o estudo:

1. Privacidade e Segurança Online

A seguran√ßa e a privacidade na Internet s√£o fundamentais e n√£o devem ser tratadas como opcionais. Proteger sua privacidade e seguran√ßa n√£o significa ‚Äúesconder algo‚ÄĚ, mas sim que todo o usu√°rio tem a capacidade de escolher quem precisa saber onde voc√™ vai e o que voc√™ faz.

2. Abertura

Uma Internet saud√°vel √© aberta, de modo que juntos, podemos inovar. Para que isso seja uma realidade, s√£o tr√™s aspectos relevantes: Open source, Copyright e Patentes. As leis de direitos autorais e de patentes devem promover melhor a colabora√ß√£o e as oportunidades econ√īmicas. O c√≥digo aberto, os padr√Ķes abertos e as pol√≠ticas pr√≥-inova√ß√£o devem continuar a ser o principal foco da Internet.

3. Descentralização

N√£o deve haver monop√≥lios ou oligop√≥lios em linha. Uma Internet descentralizada √© uma Internet saud√°vel. Para atingir esse objetivo, devemos focar nas¬†seguintes √°reas: Neutralidade da rede (Os operadores de rede n√£o devem ser autorizados a bloquear ou distorcer a conectividade ou as escolhas dos utilizadores da Internet); Interoperabilidade (Se os ganhos econ√īmicos de curto prazo limitam a inova√ß√£o da ind√ļstria a longo prazo, toda a ind√ļstria de tecnologia e economia sofrer√£o as consequ√™ncias; Concorr√™ncia e escolha (Precisamos da Internet para ser um motor para a concorr√™ncia e escolha do usu√°rio, n√£o um facilitador de gatekeepers); Contribui√ß√£o local (A relev√Ęncia local √© mais do que apenas a linguagem; Tamb√©m √© adaptado ao contexto cultural e √† comunidade local.

4. Inclus√£o Digital

Pessoas, independentemente de etnia, renda, nacionalidade ou g√™nero, devem ter acesso irrestrito √† Internet. Para ajudar a promover uma Internet aberta e inclusiva, devemos promover o acesso universal a toda a Internet (Todos devem ter acesso √† diversidade total da Internet aberta); promovendo a diversidade online (O acesso e o uso da Internet est√£o longe de serem distribu√≠dos uniformemente. Isso representa um problema de conectividade e um problema de diversidade); promovendo o respeito online (Devemos nos concentrar em mudar e construir sistemas que dependem tanto da tecnologia como dos seres humanos, para aumentar e proteger diversas vozes na Internet). Numerosos e diversos obst√°culos est√£o no caminho da inclus√£o digital, e eles n√£o ser√£o superados por padr√£o. Nosso objetivo √© colaborar com, criar espa√ßo para, e elevar as contribui√ß√Ķes de todos.

5. Alfabetização na Web

Todos devem ter as habilidades para ler, escrever e participar do mundo digital. Para ajudar as pessoas de todo o mundo a participarem deste mundo, deve-se focar em áreas como: Mover-se além da codificação; Integrar a alfabetização na web na educação; Cultivando a cidadania digital. A alfabetização na Web deve ser fundamental na educação, como leitura e matemática. Capacitar as pessoas para moldar a web permite às pessoas moldar a própria sociedade. Queremos que as pessoas vão além do consumo e contribuam para o futuro da Internet.

“Podemos construir novas pe√ßas e ensinar as pessoas a tirar o m√°ximo proveito do que est√° l√°. Podemos apontar o que est√° errado e torn√°-lo melhor. Se fizermos este tipo de trabalho em conjunto, acredito que podemos expandir e alimentar o movimento para manter a Internet muito mais saud√°vel para o futuro”, afirma Mitchell Baker, Executive Chairwoman da Mozilla Foundation e da Mozilla Corporation. “Precisamos de compromissos ainda mais profundos para garantir que nossas habilidades correspondam ao papel que a Internet desempenha em nossas vidas”.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Nenhum coment√°rio ainda

Seja o primeiro a comentar

Ainda n√£o h√° coment√°rios

Seja o primeiro a comentar

Seus dados estar√£o seguros!Seu e-mail n√£o ser√° publicado. Seu e-mail n√£o ser√° compartilhado com outras pessoas.