Home NOTÍCIAS Sistema de pintura industrial ganha versão para uso doméstico

Sistema de pintura industrial ganha versão para uso doméstico

Equipamento de micropintura eletrostática combina portabilidade com o desempenho superior dos revestimentos em pó

Com a pandemia e a escalada do desemprego, milhares de pessoas estão tentando gerar algum tipo de renda a partir da produção de artesanato, fazendo pequenos consertos ou exercendo trabalhos manuais em geral.

A tecnologia é uma importante aliada para ajudar na profissionalização desses serviços. Em relação à pintura de peças metálicas, por exemplo, um sistema tradicionalmente usado apenas por grandes indústrias ganhou no Brasil uma versão doméstica.

Trata-se de um aparelho de micropintura eletrostática – também conhecida como pintura a pó -, alternativa que garante a pequenos objetos ou serviços feitos em casa o mesmo padrão de acabamento de eletrodomésticos, móveis e eletroeletrônicos.

Chamado de Micro Painting, o aparelho funciona conectado a uma tomada de 220 V. Tem vazão de pó de 150 g/min e acompanha um reservatório de 1 kg para a armazenagem de tinta, além de uma pistola própria para a aplicação do pó. A polimerização da tinta, que nas indústrias exige grandes estufas, nesse caso pode ser feita em fornos elétricos convencionais, desses de esquentar sanduíches, ou em um forno a gás doméstico.

Além de proporcionar um acabamento mais resistente, a pintura eletrostática oferece outras vantagens frente à pintura líquida. Entre elas, destaque para a maior segurança, pois a tinta em pó dispensa o uso de solventes, desperdício zero – o pó que não ficou na peça é reaproveitado – e aplicação feita em uma única camada, sem a necessidade do uso de primers ou fundos preparadores.

Previous articleSetor da soja ganha nova solução para o manejo de nematoides
Next articleAgricultoras veem produtividade aumentar após investirem em práticas mais sustentáveis