Mato Grosso 11/3/2021 – Converso com empresários do setor frequentemente e a confiança na continuidade dos pedidos eleva o foco em mais investimentosO setor agropecuário apresenta dados significativos de avanço mesmo durante a pandemia.

Mesmo durante a pandemia, o setor agropecuário brasileiro vem apresentando sinais de crescimento. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados do Produto Interno Bruto (PIB) referentes a 2020. Segundo o Instituto, a Agropecuária registrou alta de 2,0%, aumentando a participação no PIB de 5,1% em 2019, para 6,8% em 2020.
A partir dos dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), e das pesquisas da Pecuária, o IBGE destacou que contribuições positivas para o crescimento do PIB foram dadas principalmente pela soja, cuja produção cresceu 7,1% em 2020, café, 24,3% e milho, 2,7%. Contribuição negativa foi observada na laranja, que teve uma redução de 10,6% na produção em relação a 2019, fumo (-8,4), e queda do desempenho de bovinos.
Outros setores apresentaram queda no PIB, como a Indústria (-3,5%) e os Serviços (-4,5%). O PIB totalizou R$ 7,4 trilhões em 2020, a Agropecuária 439,8 bilhões, a Indústria 1,3 trilhão, e Serviço R$ 4,7 trilhões. Segundo o IBGE, tendo em vista os efeitos adversos da pandemia de Covid-19 em 2020, o PIB caiu 4,1% frente a 2019.
Carlos César Floriano destaca crescimento
O CEO do Grupo VMX Agro, Carlos César Floriano, especialista no setor, afirma que no dia a dia é possível observar que a demanda por alimento não foi impactada pela pandemia. “Converso com empresários do setor frequentemente e a confiança na continuidade dos pedidos eleva o foco em mais investimentos”, explica o especialista.
Além disso, Carlos César Floriano acrescenta que a tendência é de crescimento, pois o consumo proteínas continua em alta.
 
Durante a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2020, 98,36% do rebanho brasileiro foram imunizados, o equivalente a 76 milhões de bovinos e bubalinos vacinados com até 2 anos de idade.
De acordo com os dados parciais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), das 22 unidades da Federação que adotam a vacinação, foram contabilizados os dados de 21, faltando apenas a Paraíba, que ainda não enviou o relatório com os dados finais. Em razão da pandemia da Covid-19, o prazo da vacinação e envio da declaração pelo produtor ao órgão de defesa sanitária animal do seu estado foi prorrogado em 13 estados.

Setor agropecuário apresenta crescimento de 2% em 2020

Website: http://vmxagro.com.br/