Home CORPORATE Mercado Sistema facilita processo logístico no chão de fábrica

Sistema facilita processo logístico no chão de fábrica

São Paulo 20/8/2021 – Uma das áreas fundamentais para a gestão das empresas, a logística precisa de planejamento e organização. Pensando nisso, a Psiu criou dispositivo que facilita a comunicação a partir dos profissionais nas células das unidades de produção

Para agilizar os processos nos meios de produção, o desenvolvimento de um sistema de radiofrequência que permite a comunicação das células, ajudando na logística é primordial. A logística de um empreendimento é a grande responsável pelo processo de planejar, executar e controlar a movimentação dos produtos, tanto interna quanto externamente, garantindo, assim, a entrega das demandas dentro do prazo informado. Por isso, independentemente do tamanho do negócio, essa gestão merece atenção.

Pensando nisso, a empresa Psiu, conhecida pelo desenvolvimento do Psiu Garçom, resolveu usar sua expertise e criar um dispositivo, atendendo à necessidade fabril. Partindo do mesmo princípio básico do Psiu Garçom, que utiliza um sistema de radiofrequência e painel de LEDs totalmente sem fio, a Psiu desenvolveu sob demanda para a empresa SKF, fabricante mundial de rolamentos, em 2008, o Psiu Log, sistema de comunicação visual que agiliza a logística das etapas que envolvem a retirada e a reposição de matéria prima em uma linha de produção industrial.

A SKF foi a primeira cliente do Psiu Log, adquirindo 35 transmissores para otimizar o trabalho do abastecedor de componentes, que leva o material para a linha de produção.

Como funciona o dispositivo

De acordo com José Rubens Almeida, diretor da AGM Automação, que produz toda a linha de equipamentos Psiu sem fio, a utilização do Psiu no chão de fábrica atende de forma ideal as características do ambiente, que, geralmente, devido ao barulho excessivo e ao uso de protetores de ouvidos pelos funcionários, não é adequado para o uso de campainhas e telefones. Além disso, Almeida destaca que os projetos podem ser desenvolvidos e adequados conforme as necessidades de cada cliente, permitindo a inclusão de novas funções.

Segundo ele, este é um grande diferencial da empresa que não há no Brasil: criar produtos específicos para cada segmento. “O envoltório do botão do dispositivo pode ser elaborado com um material mais delicado ou mais resistente, dependendo do setor atendido. A peça é adaptada ao usuário que vai manuseá-la. Há também a possibilidade de incluir um botão adicional, para chamar o setor responsável pela manutenção ou supervisão, por exemplo”, afirma.

No caso das indústrias, um display é instalado em um local facilmente visualizado pelos responsáveis que serão chamados e os transmissores posicionados nas células de produção ou entregues aos seus respectivos operadores.

Com a utilização de transmissores, que podem conter dois ou mais botões, o operador de cada célula tem a opção de, com o primeiro botão, chamar o Controle de Qualidade para a conferência do material já produzido e, com o segundo botão, acionar uma empilhadeira para a retirada dos produtos, sem a necessidade de sair de sua célula e interromper seu trabalho.

A cada chamado, os números das células são exibidos no painel e só são apagados quando o supervisor aperta o botão no transmissor da célula que o acionou, o que colabora para garantir o atendimento de todas as solicitações.

No Psiu Log, o operador pode acionar o botão utilizando a mão ou o pé.

O diretor da Psiu sem fio ressalta ainda a função gerencial do sistema que, por meio do software Psiu Tempo, registra a hora, o tempo de atendimento e a quantidade de chamados, gerando um relatório detalhado por setor e célula.

Fábrica de cimento

Exemplo prático mais recente de aplicação do Psiu Log aconteceu no ano passado, detalha José Rubens Almeida. Uma empresa fabricante de cimento instalou o Psiu Log para ajudar a organizar o carregamento de caminhões. Os caminhões formam fila na frente da fábrica, um painel de LED informa que o próximo da fila pode entrar para ser carregado. Quem controla o processo é o operador que fica na empilhadeira, carrega o cimento no caminhão, e assim que termina, aciona um botão avisando que o próximo caminhão pode entrar para ser carregado, respeitando a ordem de chegada dos veículos. Também toca uma sirene para avisar que a fila andou.

Mais informações https://psiusemfio.com.br, e-mail: contato@psiusemfio.com.br e telefone/WhatsApp: 11-2737-7687.Sistema facilita processo logístico no chão de fábrica

Previous articleA posse responsável dos pets revela o perfil do caráter do seu tutor
Next articleLG foca em inteligência artificial para oferecer experiência imersiva ao consumidor