Home Cultura Vaidade: de acordo com dados, homens se cuidam mais atualmente

Vaidade: de acordo com dados, homens se cuidam mais atualmente



Campo Mourão – PR 20/4/2021 – Com crescimento da vaidade masculina, o Brasil se tornou o terceiro maior consumidor de cosméticos masculinos do mundo

Cada vez mais, nota-se que os homens têm se sentido à vontade em relação ao autocuidado, dando atenção à pele, cabelo, unhas e vestimentas – principalmente os brasileiros. De acordo com dados disponibilizados pela Euromonitor International, o Brasil é o terceiro maior consumidor mundial de cosméticos para homens, ficando atrás apenas do Japão e Estados Unidos. 

O reflexo desse movimento é sentido tanto na indústria cosmética, quanto na moda. O mercado global de moda masculina cresce 14% todos os anos, segundo o SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. O número é acentuado quando comparado ao feminino, que aumenta 8% anualmente.  

Outro ponto que chama a atenção é o investimento que o público masculino predispõe para cuidar da aparência. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, os homens chegam a gastar 30% do salário em roupas e cuidados com a aparência. 

Comportamento de consumo 

Ao mesmo tempo em que o público masculino demonstra interesse e preocupação com a própria imagem, são mais comedidos na hora de efetuar uma compra – tanto online, quanto presencial. Foi constatado que os homens não dão grande importância para o volume de compras, mas sim, para encontrar o produto certo que atenda sua necessidade. Ou seja, a busca costuma ser mais focada e objetiva.

De acordo com uma pesquisa da iProspect, 70% dos homens realizam compras pela internet e priorizam o canal para buscas. Destes, 67% realizam pelo menos uma compra online por mês. Dos itens adquiridos, 40% estão relacionados à moda e vestimenta, segundo o SEBRAE. 

Diante de um mercado promissor, Fernando da Silva e Silva e Logan Lobato Accacio, sócios e fundadores da MVCK, investiram na moda masculina. “A ideia inicial, em 2016, era lançar uma linha de relógios, de onde surgiu o nome Movement Clock (MVCK). Porém, após estudarmos e analisarmos o mercado, vimos que o nicho masculino estava em constante crescimento, o que nos levou a lançar, antes mesmo dos relógios, uma coleção de bonés, camisetas e shorts” explica Fernando. Para expandir a marca, os sócios logo investiram no e-commerce, que está ativo desde março de 2019. “Grande parte de nossas vendas é on-line, mas mantivemos uma loja física em Campo Mourão. Hoje, temos um amplo portfólio e conseguimos atender todo o Brasil. Esperamos continuar em expansão, afinal, o público masculino desenvolveu apreço pela moda e viemos para atender essa demanda emergente”, finaliza Logan. 

Experiência de compra

A MVCK busca por uma experiência de compra personalizada. Por isso, faz o possível para se manter conectada aos consumidores mesmo à distância. Com embalagens exclusivas, cartas de agradecimento e estímulos sensoriais com aroma próprio da loja. 

Para saber mais, basta acessar: www.mvck.com.brVaidade: de acordo com dados, homens se cuidam mais atualmente

Website: <a target=”_blank” href=’http://www.mvck.com.br’ rel=”nofollow noopener”>http://www.mvck.com.br



Previous articleE-mails fraudulentos crescem 400% durante pandemia, mostra NordVPN
Next articleWorld Creativity Day traz conteúdos sobre educação e tecnologia