Home Carros Conectados Emplacamentos de veículos sobe 15,78% em março

Emplacamentos de veículos sobe 15,78% em março

São Paulo, SP 17/5/2021 – A venda de caminhões aumentou 65.79% em março, e a de carros de passeio cresceu 8,16% no mesmo período

De acordo com a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), o emplacamento de veículos obteve crescimento de 15,78% em março deste ano, se comparado ao mesmo período de 2020. Ao todo, foram 189.405 unidades vendidas. Em março de 2020, foram 163.591. Esses números dizem respeito ao instante em que o veículo tem o seu emplacamento realizado pelos órgãos de trânsito.

Compras anteriores são as responsáveis

Apesar do cenário positivo de março, a situação ainda é preocupante. O resultado apresentado é referente aos veículos que foram vendidos nos meses que antecederam março. Segundo o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, “Os clientes estavam aguardando a entrega dos veículos pelos fabricantes, o que ocorreu em março. Isso justifica o bom desempenho do mês, mesmo com o fechamento do comércio em estados importantes, como São Paulo”.

A entrega que aconteceu posteriormente se justifica pelo estoque debilitado, fazendo com que as compras que foram realizadas em períodos anteriores tivessem que aguardar para serem entregues. Em março deste ano, os estoques eram praticamente inexistentes, além da escassez de peças e atrasos em processos, o que causou um congelamento das linhas de montagem.

Outras razões também dizem respeito às medidas de segurança adotadas pela pandemia de Covid-19. Nove montadoras tiveram suas atividades paralisadas, como a Volkswagen, Renault e Nissan. Isso fez com que outros serviços se reinventassem, como a entrega de bateria de carro.

O número positivo foi causado, principalmente, pelos caminhões, que tiveram um salto de 65,79% nos emplacamentos, o que equivale a 10.796 unidades, contra 6.512 em março de 2020. Essa grande busca por caminhões é devido à procura para o transporte de produtos, por conta da exportação estimulada pela alta do dólar.

Dificuldades causadas pela pandemia de Covid-19

Em comparativo com o primeiro trimestre de 2020, há uma tendência de queda em relação aos emplacamentos: cerca de 5,93%. Outro ponto que também apresentou uma baixa foi em relação à venda de veículos, que caiu em 11,11%, e a venda de ônibus, menos 19,69%. Esses pontos são causados pela pandemia de Covid-19 e devem se postergar para os próximos meses.

A escassez de produtos e a restrição no funcionamento do comércio também são fatores de agravamento da situação do setor, segundo a Fenabrave. Assumpção Júnior conta que “Apesar de as concessionárias não gerarem aglomeração e obedecerem, rigidamente, aos protocolos sanitários, preconizados pelo Ministério da Saúde, elas têm sofrido com o fechamento das áreas de vendas”.

Serviços se reinventando e a entrega de bateria de carro

Em tempos como este, está sendo necessário que os serviços automotivos se reinventem para continuar funcionando com qualidade e segurança, oferecendo soluções para emplacamentos, conserto de peças e entrega de bateria de carro, por exemplo.

Além disso, está sendo cada vez mais necessário que o condutor invista em ações que preservem a vida útil dos seus automóveis, ou que aguarde o prazo do mercado de veículos se reestruturar para que volte a produzir em condições ideais e em um tempo adequado.Emplacamentos de veículos sobe 15,78% em março

Website: https://bateriasdeliverysp.com.br/

Previous articleSTF define a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e Cofins
Next articleInterPlayers abre 60 vagas de emprego em diversas áreas