14/5/2021 – Em tempos de pandemia, é importante valorizar um artigo essencial e invisível: o ar.

É sabido que ambientes fechados, com pouca circulação de ar e fluxo intenso de pessoas, como supermercados, farmácias, lojas e shoppings centers, podem ser um prato cheio para a disseminação do novo coronavírus.

Nesse cenário, é importante ressaltar a relevância do AVAC-R: sistemas de climatização, com aquecimento, refrigeração, ventilação e ar-condicionado. A utilização desse sistema melhora o ambiente, com filtragem do ar, renovação do ar ambiente, retenção de partículas de poeira, minimização de fungos e bactérias, conforto térmico e diminuição nos casos de doenças alérgicas e respiratórias.

A temperatura e a umidade são fatores imprescindíveis para manter um bom ambiente comercial. Em lojas de chocolates, por exemplo, a temperatura deve ser menos elevada, para que a qualidade dos produtos não seja afetada. Já algumas lojas de departamento também mantêm a temperatura menos elevada para conforto dos clientes. Para um cliente, fazer compras em um espaço quente e abafado, pode causar mal-estar e fazer com que ele queira sair de lá o mais rápido possível, e por consequência o estabelecimento pode perder vendas.

Os serviços essenciais não pararam no último ano. Os supermercados, por exemplo, podem até ter tido o fluxo reduzido de pessoas, mas continuaram funcionando e, através do sistema AVAC-R, mantiveram a qualidade do ar, impedindo que se tornassem foco de disseminação de doenças virais e respiratórias.

Questões como segurança e bem-estar podem afetar positivamente ou negativamente o comércio. Basta escolher o aliado certo para manter seu ambiente salubre, aí entra a importância do sistema AVAC-R.

Ivan Romão, gerente da Febrava – febrava@nbpress.com.

Como o sistema AVAC-R afeta o comércio brasileiro