Home CORPORATE Cursos “gratuitos” geram revolta em usuários da Internet

Cursos “gratuitos” geram revolta em usuários da Internet

Usuários da Web demonstram frustração por cursos gratuitos que cobram o certificado ao final



Sites como esses (de cursos gratuitos) não deveriam cobrar em seus certificados, o objetivo do curso online gratuito é de transferir o conhecimento. Usuários da Web demonstram frustração por cursos gratuitos que cobram o certificado ao final.

A temática dos cursos online está mais em alta do que nunca, é possível encontrar diversos cursos gratuitos na internet, prometendo uma melhora no currículo de forma inimaginável, mas muitos usuários na internet se sentem enganados com algumas praticas de sites online, como prometer um curso gratuito e vender o certificado.

Além da cobrança em cursos gratuitos, a qualidade de muitos cursos também deixa a desejar, é possível encontrar temáticas de cursos que possuem questionável demanda no mercado de trabalho como, por exemplo, “como efetuar afazeres domésticos” ou “como preparar sucos caseiros”.

Muitas pessoas ficam decepcionadas com a oferta de um certificado pago em um curso que continha a premissa inicial de ser gratuito, gerando questionamentos sobre esta estratégia de vendas ser apropriada em tempos de desemprego e desilusão profissional.

Com a indústria 4.0, a demanda por cursos na área de tecnologia vai aumentar sensivelmente, junto de considerações sobre a relevância dos mesmos.

Previous articleNegócios: cenário econômico sinaliza oportunidades para quem deseja investir
Next articleAprender inglês de forma mais descontraída possibilita resultados mais eficazes e eficientes, segundo especialista