Home Cultura Com menor burocracia, contabilidade online ganha força no país

Com menor burocracia, contabilidade online ganha força no país

São Paulo – SP 4/11/2021 – A contabilidade on-line oferece uma melhor experiência do empreendedor com a contabilidade, permitindo mais assertividade ao negócioCrescimento de Microempreendedores Individuais e de micro, pequenas e médias empresas no país amplia demanda por serviços de contadores no Brasil; especialista comenta sobre especificidades da contabilidade on-line

Em um momento em que os mais diversos setores da economia avançam a passos largos rumo à digitalização, o ramo contábil caminha nesta mesma direção, em um processo que ganhou força com as diversas mudanças no meio laboral advindas da pandemia de Covid-19. A combinação, nesse sentido, entre honorários menores, maior agilidade e controle do processo por parte do cliente pode explicar o avanço da contabilidade on-line no país, sobretudo no âmbito das pequenas e médias empresas.

Embora não existam pesquisas que apontem com precisão a fatia ocupada no mercado de contabilidade por empresas que prestam serviços de forma on-line, alguns dados podem indicar a relevância deste tipo de serviço nos dias atuais. 

Primeiramente, é preciso ressaltar o crescimento da demanda por serviços contábeis em 2020, visto que houve um crescimento de 8,4% de novos MEIs (Microempreendedores individuais) em relação a 2019, de acordo com o Mapa de Empresas, do Ministério da Economia, fazendo com que este tipo de negócio represente 56,7% das empresas em atividade no Brasil. Além disso, no último ano, segundo o Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), foram abertas 626.883 micro e pequenas empresas em todo o país – desse total, 535.126 eram microempresas (85%) e 91.757 (15%) eram empresas de pequeno porte.

Tal cenário faz com que haja uma natural demanda por serviços contábeis, sobretudo aqueles efetuados de forma célere, sem muita burocracia, como os oferecidos por empresas estabelecidas no meio digital. 

Uma possível aferição do crescimento no mercado dessas companhias pode ser observada pelo aumento da produtividade e do rendimento alcançado com o uso da tecnologia. De acordo com o relatório “The Practice of Now 2019”, realizado pela empresa de softwares britânica Sage, 90% dos contadores concordam que há uma mudança cultural profunda com a contabilidade digital, ao passo que 86% afirmam que a tecnologia aumentou a produtividade da empresa.

Outro estudo, realizado pela companhia de tecnologia neozelandesa Xero, realizada em 2017, apontou que as empresas contábeis que utilizam a contabilidade em nuvem registraram um crescimento de 15% ao ano, ante 4% das que não adotaram essas plataformas.

Menor burocracia e mais interação entre cliente e contador

Uma das primeiras definições encontradas sobre contabilidade digital pode ser encontrada no livro “Digital Accounting: The Effects of the Internet and ERP on Accounting” (“Contabilidade digital: os efeitos da Internet e do Planejamento de Recursos Empresariais” na contabilidade”, em tradução livre)”, de Ashutosh Deshmukh: “Representação das informações contábeis no formato digital, criando dados que podem ser manipulados e transmitidos por meio das tecnologias de comunicação e informação (TICs)”.

Não devendo ser confundida com a “contabilidade faça-você-mesmo”, que oferece softwares genéricos a um custo baixo, esta nova categoria de serviços chegou ao Brasil por volta de 2015 e, de acordo com Suany Nascimento, CEO da empresa de contabilidade on-line Já Calculei, tem ganhado força por conta da baixa burocracia proporcionada e da maior interação entre o cliente e o contador na resolução de dúvidas e problemas.

“O crescimento no mercado de micro, pequenas e médias empresas e a forte tendência do aumento dos MEIs têm gerado uma demanda maior pelos serviços on-line de contabilidade. Isso ocorre pela facilidade oferecida pelas empresas, com serviços totalmente digitais, a agilidade neste processo, e claro, o menor preço”, afirma. Com efeito, os principais tipos de serviços contratados por este empresários e empreendedores, segundo a executiva, são a abertura de empresa grátis, a migração de MEI (Microempreendedor Individual) para ME (Microempresário) e mudança de contador ou de escritório de contabilidade.

Para Nascimento, ao optar pelo serviço de contabilidade on-line, o cliente tem a possibilidade, por exemplo, de receber informativos sobre alterações na legislação, mantendo-se, assim, sempre atualizado. Além disso, o contato constante com especialistas via WhatsApp ou Telegram pode auxiliar na gestão da empresa. 

“A contabilidade on-line oferece uma melhor experiência do pequeno e médio empreendedor com a contabilidade, permitindo que ele realize de forma mais assertiva os controles de seu negócio”, diz.

Para saber mais, basta acessar: https://www.jacalculei.com.br/Com menor burocracia, contabilidade online ganha força no país

Website: https://www.jacalculei.com.br/

Previous articleAmbev volta a patrocinar premiação de jornalismo
Next articleO que significa Leitura X e qual a sua ligação com o PAF – ECF