Os alunos saem do Enem ansiosos: a prova, realizada em novembro, tem os resultados divulgados só no ano seguinte. Como o método de correção dá peso diferente às questões, fica praticamente impossível prever a própria nota. Porém, desde 2015, existe um app que ajuda bastante os candidatos: o Quero Minha Nota! reúne as respostas de milhares de candidatos para, logo após a prova, estimar as notas nas quatro áreas do conhecimento. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Em 2016, mais de 400 mil alunos conferiram a estimativa de nota na TRI (metodologia de correção adotada pelo Inep/MEC), separada por área do conhecimento (Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Matemática). O app foi o mais baixado em Educação durante o Enem 2016 e este ano estará disponível gratuitamente para Android e iOS a partir de 5 de novembro, primeiro dia de provas do Enem.

App colaborativo estima nota no Enem logo após a prova

Ao contrário do que pensam alguns alunos e professores, as notas do Enem não vão de 0 a 1000 e não podem ser calculadas a partir da soma de acertos no gabarito. A correção considera a dificuldade das questões, o que abre margem para que dois alunos com o mesmo número de acertos tenham notas completamente diferentes, a depender de quais questões acertaram e erraram.

O app também calcula as chances de entrada em milhares de cursos de universidades públicas de todo o país. Hoje, a nota no Enem é a maior porta de entrada do ensino superior brasileiro. Em janeiro, por meio de dados do SiSU, 2,5 milhões de candidatos disputaram 238 mil vagas em universidades. Nos últimos anos, universidades particulares também têm utilizado a nota no Enem para selecionar candidatos.

Para mais informações, acesse o site.

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
App colaborativo estima nota no Enem logo após a prova