NOVIDADES

Como lidar com a infelicidade profissional?

Como lidar com a infelicidade profissional?


Logicamente salário e benefícios são importantes, mas eles não podem nos escravizar.


por 11 de setembro de 2018 0 coment√°rios

por Fernanda Andrade*

Foto: Divulgação

Um estudo realizado em 2017, pelo pesquisador Fredy Machado, mostra que 40% dos executivos brasileiros estão infelizes no trabalho. Além disso, existe o fato que 64% afirmam que gostaria de fazer algo diferente do que faz atualmente para ser mais feliz. A pesquisa foi realizada com mais de 300 profissionais, em 21 estados brasileiros e também fora do país.

A maior insatisfa√ß√£o dos executivos est√° em ‚Äún√£o dar conta‚ÄĚ de tudo o que precisam fazer. As jornadas excessivas, reuni√Ķes intermin√°veis, bem como o ritmo fren√©tico de trabalho, faz com que os profissionais n√£o se sintam plenamente realizados. A sensa√ß√£o de estar sempre correndo contra o tempo traz uma grande frustra√ß√£o.

O clima organizacional tamb√©m √© decisivo nessa quest√£o. Empresas que n√£o oferecem boas condi√ß√Ķes de trabalho, em ambientes muito competitivos ou com pessoas de dif√≠cil relacionamento, tendem a ser cercadas de profissionais insatisfeitos. Isso afeta a produtividade e mina as possibilidades de crescimento.

Outro ponto que leva à insatisfação é o profissional não fazer o que realmente gosta. Infelizmente, muitas pessoas não conseguem seguir a carreira que escolheu, se vendo obrigadas a buscar alternativas. Nesses casos, se não houver alguém que apoie a transição de carreira, é importante ter um hobby (plano B) paralelo, ainda que voluntário. Ter esse tipo de realização pode até tornar o trabalho oficial mais prazeroso.

Logicamente sal√°rio e benef√≠cios s√£o importantes, mas eles n√£o podem nos escravizar. ‚ÄúExistem muitas pessoas inseguras trabalhando al√©m do necess√°rio para comprar o que n√£o precisam e impressionar a sociedade‚ÄĚ. Viver nesse ciclo de superficialidade √© extremamente desgastante e desmotivador. Profissionais precisam de um prop√≥sito, uma raz√£o para desempenharem seu trabalho com qualidade e felicidade.

√Č importante tamb√©m manter equil√≠brio entre a vida profissional e pessoal. Todos precisamos de tempo para investirmos e cuidarmos da sa√ļde, dos filhos e at√© dos estudos. Empresas que demandam que os profissionais fiquem ativos 24 horas por dia, sete dias por semana, acabam impossibilitando a programa√ß√£o de atividades fora da empresa, como frequentar uma academia ou fazer um curso.

Muitos profissionais precisam aprender a ressignificar seu papel, se perguntando se realmente gostam do que fazem, onde fazem e com quem fazem. Todos esses elementos são determinantes para a felicidade no trabalho. Se um deles não estiver bom, talvez seja hora de buscar outra alternativa. A infelicidade no trabalho pode até existir, mas ela precisa ser provisória. Nunca definitiva. Nós temos que ser os protagonistas das nossas carreiras.

*Fernanda Andrade é Gerente de Hunting e Outplacement da NVH РHuman Intelligence

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Veja também
Carreiras ligadas às mídias sociais estão em alta em 2018

Conheça cinco pesquisadores que mudaram a sua vida e você nem sabia

Como planejar uma carreira de sucesso?

Nenhum coment√°rio ainda

Seja o primeiro a comentar

Ainda n√£o h√° coment√°rios

Seja o primeiro a comentar

<

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.