Home Cultura Festival Tesouros do Japão no Recreio Shopping

Festival Tesouros do Japão no Recreio Shopping



O Recreio Shopping recebe, de 5 a 31 de agosto, o Festival interativo “Tesouros do Japão”, um evento que convida o visitante a uma viagem para o outro lado do mundo. O Festival tem o apoio institucional do ICBJ – Instituto Cultural Brasil Japão, da RENMEI – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira do Estado do Rio de Janeiro e da RIO NIKKEI – Associação Nikkei do RJ.  

A mostra tem um percurso que se inicia pela linha da arte japonesa, desde o período Jomon até a arte contemporânea, com exemplares de cada período. A exposição reúne diversos objetos vindos diretamente do Japão, réplicas que se encontram nos principais museus.

A exposição foi desenvolvida pela Aloha Consultoria & Eventos, com a Curadoria especial de Ana Brites, que criou há 30 anos, o conceito Edutainment, educação através do entretenimento, e apresenta a exposição de forma interativa e bem didática, onde o visitante aprende e vivencia a cultura japonesa.

Ao chegar, o público já pode apreciar a famosa Boneca Japonesa Kokeshi com 1.80 m, fazendo reverências. Também no local, foi criada uma ponte japonesa com um cenário típico para o público vestir quimonos e tirar fotos, guardando uma lembrança da sua viagem ao Japão. Podem caminhar pelo jardim japonês e contemplar as cerejeiras. É possível também assistir a um vídeo e conhecer as mais de 300 espécies de cerejeiras existentes no Japão.



Os japoneses comemoram sua floração que anuncia o início da primavera (haru) e o fim do inverno (Fuyu), geralmente em março e abril, quando contemplam o espetáculo que a natureza oferece. Este costume é chamado de Hanami.

Mais a frente, o visitante vai encontrar a réplica inspirada no Santuário Pagoda Chureito, que fica próximo do Monte Fuji. A réplica tem 6 m de altura. A Okya (Casa de Chá com tatames) também estará presente no evento com informações sobre a Cerimônia do Chá e o Matcha, o chá verde que faz muito sucesso entre os brasileiros. Durante o festival haverá, ao vivo, a realização de uma cerimônia de chá típica japonesa.

Filmes sobre samurais e uma grande escultura do samurai arqueiro montado em um cavalo negro também promete atrair a atenção dos visitantes. Em exibição também vitrines com os principais armamentos samurais, entre eles a espada do samurai, a katana. Biombos informativos apresentando os 12 principais Samurais da história enriquecem o ambiente, trazendo muitas informações e curiosidades, ajudando o público a entender mais sobre o código de honra, o Bushidô.

Durante o festival haverá uma programação paralela às sextas, sábados e domingos com apresentações de Kendô (A arte da Espada Samurai), Taikô (Tambores Japoneses), Chanoyu (Cerimônia do Chá), além de Oficinas de Ikebana  (Arte floral),  Bonsai (Árvores plantadas em bandeja), Origami (Arte de Dobraduras de Papel), Mangá (Desenho Japonês), Nihon Ryori (Culinária Japonesa), Shodô (Caligrafia Japonesa), entre outras. A oficina de origami também estará disponível durante a semana.

Fomento à cultura japonesa

O Festival Tesouros do Japão é uma grande  homenagem à amizade Brasil-Japão que está completando 127 anos.

Na área de gastronomia típica, o chef do restaurante SAIKO ensinará a fazer os principais pratos típicos japoneses.

Em homenagem aos 114 anos da Imigração Japonesa no Brasil, o público poderá apreciar uma réplica do navio Kasato Maru, que trouxe a bordo, durante 50 dias de viagem, 781 imigrantes japoneses que desembarcaram na Baía de Santos, em São Paulo.

“É realmente uma viagem pela história da amizade Brasil-Japão. Tivemos o cuidado de selecionar os ícones mais representativos da cultura japonesa e apresentá-los de forma atrativa para o público de todas as idades”, conta Ana Brites, curadora da exposição.

Uma delas é uma maquete do templo de ouro, Kinkakujin e o Castelo de Osaka da época do samurai famoso Hideyoshi.

Entre as demais atrações, o passado se une ao presente, com a exibição da Arte Ukiyo-ê, apresentando a famosa série “As 36 vistas do Monte Fuji”, criada por Hokusai em 1830 a 1832 e o visitante poderá tirar uma foto instagramável no cenário da famosa Onda de Kanagawa.

Um dos pontos altos de “Tesouros” é a interatividade. Vídeos com diferentes conteúdos para quem pretende se aprofundar um pouco mais no assunto também são exibidos no espaço.

“O visitante vai descobrindo os ambientes e, em cada um deles, conhece um pouco mais sobre os valores do povo japonês, símbolo de disciplina e persistência  que são considerados um verdadeiro exemplo”, pontua a curadora.

Este projeto é viabilizado através do Incentivo Cultural do ISS RJ com o patrocínio da Transegur, Transegurtec, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura BAP, além do apoio do Recreio Shopping e Apoio Institucional do ICBJ – Instituto Cultural Brasil Japão, da RENMEI – Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira do Estado do Rio de Janeiro e da RIO NIKKEI – Associação Nikkei do RJ.  

Serviço:

Festival Tesouros do Japão

Período: 05/08 a 31/08

Horário: 10h às 22h

De segunda a sábados – 10h às 22h 

Domingos e feriados – 15h às 20h

Local: Recreio Shopping

Entrada: Gratuita

Atendimento à imprensa

Hulda Rode – (61) 983107306

Guilherme Vicente de Morais – 61 8339-2593

Lilian Christine – 21 99207-2949

Festival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio ShoppingFestival Tesouros do Japão no Recreio Shopping

Previous articleBrasileiros podem pedir visto para estudar em escola técnica nos EUA
Next articleRetomada: setor de eventos enfrenta os desafios de infraestrutura de TI
Diretor de Conteúdo do Portal Vida Moderna