A Ford entra no segmento de veículos compactos aventureiros urbanos com o novo Ford Ka Trail, com uma proposta de vantagens técnicas, de equipamentos, design e preço neste segmento em expansão no mercado brasileiro.

Nascido a partir da versão hatch, o Ford Ka Trail entra para aumentar a competitividade neste setor com um conjunto voltado para um novo modo de condução.

Além de itens como suspensão elevada, pneus de uso misto, rodas de liga leve de 15 polegadas, detalhes externos e internos de estilo e som My Connection, ele oferece ao consumidor a opção das versões com motor 1.0 de 85 cv ou 1.5 de 110 cv.

O Ka Trail vem com faixas esportivas nas laterais e traseira, rack decorativo no teto, molduras nas caixas de rodas, faróis de neblina, maçanetas e retrovisores na cor cinza Londres, apliques nos para-choques e lanternas traseiras fumê. A cabine vem com bancos especiais de couro sintético e tecido, pedais de alumínio, soleiras e tapetes personalizados. Está disponível nas cores sólidas vermelho Arpoador, preto Ebony e branco Ártico, e na metálica prata Dublin.

Resultado de trabalho de engenharia, design e posicionamento de mercado, o modelo pretende ser atrativo tanto pelo visual esportivo e desempenho robusto como por outro atributo que, certamente, será bem-vindo para os consumidores.

O seu preço parte de R$ 47.690,00, ou seja, R$10.000 a menos que o concorrente mais próximo, e como oferta de lançamento também dispõe de financiamento com taxa zero em 30 vezes. Nesse plano, basta acrescentar R$59 na parcela para levar o motor 1.5.

Outra vantagem do Ka Trail é o baixo custo de propriedade, segundo a FORD. Ele tem preço das revisões pelo menos 20% mais baixo que os competidores e cesta básica de peças 10% mais barata. Conta também com as opções de seguro mais acessíveis do segmento, segundo informa a montadora.

“O Ka Trail combina uma série de vantagens para quem deseja um carro personalizado versátil, moderno e acessível”, diz Fernando Pfeiffer, gerente de Marketing de Produto da Ford. “Acima de tudo, ele reúne todas as qualidades já consagradas do Ka no uso urbano, com uma capacidade maior para o lazer e aventura. É um carro de atitude com uma proposta de mercado e valor atraente.”, comenta.

Tendência em alta
O Ka Trail chega com uma oferta agressiva de produto, conteúdo e preço no segmento de utilitários aventureiros, uma tendência que vem crescendo no Brasil e estava carente de uma opção mais acessível. Ele incrementa a linha que em sua nova geração rapidamente se tornou um dos veículos mais vendidos do mercado.

“A linha Ka representa a melhor compra nos atributos que são mais relevantes para o consumidor brasileiro: design moderno, espaço para cinco passageiros, motores líderes em potência, supereconômicos e um novo nível de equipamentos de série no segmento”, acrescenta Fernando Pfeiffer.

Caso não consiga ver o Player de Vídeo, CLIQUE AQUI

Inscreva-se no canal do Vida Moderna no YouTube

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Como os demais modelos da linha, o FORD Ka Trail vem de série com ar-condicionado, direção elétrica, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros, abertura elétrica do porta-malas e direção com ajuste de altura. Tem também som MyConnection com comando de voz e Bluetooth, compartimento para o celular no painel MyFord Dock, banco traseiro bipartido (60/40) e cinto de segurança de três pontos e apoio de cabeça para os cinco ocupantes.

Refinamento de engenharia
O desempenho do Ka Trail é garantido pelos seus dois motores, os modernos e eficientes 1.0 TiVCT Flex de três cilindros, de 85 cv, e 1.5 Sigma Flex, de 110 cv. Ambos contam com a tecnologia eletrônica de partida a frio Easy Start e vários aprimoramentos para redução de atrito, durabilidade e eficiência, com padrão A de economia do Conpet/Inmetro.

Do ponto de vista de engenharia, o FORD Ka Trail é um novo produto e não só um modelo com adaptações estéticas. Com a nova suspensão, ele entrega atributos reais de desempenho para uso fora de estrada leve. A altura do solo ampliada em 31 mm aumenta a sua capacidade de imersão e de superar obstáculos, junto com os pneus modelo Pirelli Scorpion ATR 185/65 R15, de uso misto – 50% em estrada e 50% fora de estrada –, que rodam bem tanto no asfalto como na lama.

As mudanças na suspensão incluem novas molas e amortecedores dianteiros e traseiros, barra estabilizadora dianteira maior, eixo traseiro mais rígido e coxins do motor com amortecimento hidráulico. A direção elétrica e o sistema de freios ABS também foram revisados para atender à nova dinâmica. A validação do modelo incluiu testes de estabilidade no campo de provas da Ford em Dearborn, nos Estados Unidos, para garantir o padrão global de segurança e dirigibilidade.