Tendinite, torcicolo e dor na lombar. Essas são as principais queixas de quem trocou o escritório pelo home office, durante a quarentena, e não soube adaptar a sua casa para o trabalho remoto. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

E nesses mais de 30 dias de isolamento social, como medida de contenção para o novo coronavírus no Brasil, as sequelas da má postura no trabalho remoto já começam a dar sinais.

Segundo dados da plataforma digital do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, mais de 15 mil brasileiros tiveram que começar um tratamento por conta de dores crônicas, provavelmente sequelas de uma má postura no home office, como tendinite e tensões musculares nos ombros e na lombar.

Para evitar novos casos e ajudar na adaptação de espaço doméstico para um escritório improvisado, o fisioterapeuta Helder Montenegro dá cinco dicas para manter o bem-estar do corpo durante a quarentena. Acompanhe:

1. Pés no chão: A postura ideal em uma mesa de trabalho é quando você consegue flexionar as pernas em 90 graus e colocar os dois pés firmes no chão. Caso você seja baixo e não consiga alcançar o chão, use um apoio para não deixar os pés “voando”, como uma caixa de sapatos ou um banquinho.

2. Braços apoiados na mesa: A altura correta para os seus braços tem que ser paralela à altura mesa, para que você consiga digitar ou escrever com os braços apoiados.

3. Tela na altura dos olhos: Essa é a altura ideal para você não ficar com o pescoço projetado para frente e desenvolver dores musculares no ombro e tensão nas costas. A medida de distância tem que ser de mais ou menos um braço de distância.

4. Apoio para a lombar: Caso você não tenha em casa uma cadeira de escritório com apoio acolchoado para a lombar, enrole uma toalha e posicione na altura do cós da sua calça. Isso ajudará a manter o tronco ereto.

5. Alongue-se: De tempos em tempos, faça uma pausa e alongue devagar os ombros, os braços e a lombar. Permaneça nas posições por 20 segundos e repita duas vezes o alongamento.

Além de desenvolver dores crônicas, a má postura no home office pode diminuir a produtividade. “Em um escritório, todas as mesas, cadeiras e computadores são posicionados na altura correta para que o profissional não tenha dores musculares ou desenvolva processos inflamatórios, como tendinites. O mesmo não acontece na nossa casa, onde muitas vezes não temos sequer um cômodo reservado para o trabalho remoto”, comenta o fisioterapeuta.

“Muitos brasileiros, na falta de espaço adequado, estão trabalhando do sofá, da mesa da cozinha ou até mesmo da cama. Espaços improvisados, que somados a má postura do computador e do corpo, causam desconforto, dores crônicas, irritabilidade, má concentração, e consequentemente, queda na produtividade”, finaliza.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Home office na quarentena: deu dor, e agora?

 

Veja também
Google Maps 15 anos: Veja 15 lugares incríveis do Brasil no Street View
WhatsApp Web receberá recurso para chamadas de vídeo com até 50 participantes
Ensino universitário e mercado de trabalho: mind the gap