A marca de celulares, Nokia, divulgou a compra da francesa de wearable para o setor de saúde digital WiThings, por cerca de US$ 192 milhões. A negociação é um claro movimento da marca para conseguir sobrevida no futuro da computação vestível (wearable) e no ramo de diagnósticos, hospitais e monitoramento doméstico de pacientes.

A Nokia tem demonstrado nos últimos meses que quer focar-se em infraestrutura de TI, com vários anúncios e lançamentos. Nada gerou muito entusiasmo no mercado e, por isso, a compra da francesa causou uma certa surpresa. Pode ser um novo rumo para a Nokia, um caminho que já havia deixado pistas.

“Temos dito, de forma consistente, que a saúde digital era uma área de interesse estratégico”, disse o CEO Rajeev Suri, em um comunicado. “Estamos agora tomando medidas concretas para aproveitar a oportunidade neste mercado grande e importante.”

A ex-dominante em celulares perdeu o passo na virada para os smartphones e viu sua liderança em vendas ser…[LEIA MAIS]