A Volkswagen do Brasil integra a rede voluntária para manutenção de ventiladores pulmonares em prol do combate à COVID-19, com apoio e coordenação do SENAI CIMATEC. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

De sua unidade Anchieta, localizada em São Bernardo do Campo/SP, empregados voluntários da empresa – que concluíram a capacitação técnica – iniciarão as atividades de manutenção a partir de semana que vem

Os ventiladores pulmonares são essenciais no tratamento de pacientes que apresentam sintomas graves da COVID-19, pois a Síndrome Respiratória Aguda Grave é um dos efeitos mais sérios da doença.

A estimativa é que cada equipamento recuperado possa atender até 10 pessoas em um período de cinco meses. Estima-se que atualmente mais de 3,6 mil unidades precisam de reparo no Brasil.

A identificação dos ventiladores pulmonares, que precisam de manutenção e o encaminhamento aos hospitais são coordenados em conjunto pela VW e pelo Senai.

“Este é o momento de doar e não de pedir. Vejo muitos empresários brasileiros doando seus produtos, seus serviços e seu tempo. A Volkswagen e os nossos empregados voluntários agora também irão contribuir com o conserto de equipamentos tão cruciais para o combate à COVID-19”, ressalta Pablo Di Si, presidente e CEO da Volkswagen para a América Latina.

 

[/read]

 

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Volkswagen firma parceria com Senai para consertar ventiladores pulmonares

Veja também
Volkswagen apresenta primeiro caminhão elétrico com ação de inteligência artificial
Teste e Análise: VW T-Cross – Empolgante, esperto e muito econômico

Parceria entre NVIDIA e Volkswagen levará AI aos próximos veículos da marca