Home NOTÍCIAS A necessidade da rastreabilidade e o caderno de campo na cadeia de...

A necessidade da rastreabilidade e o caderno de campo na cadeia de produção de frutas, verduras e legumes

São Paulo 13/5/2021 – O grande desafio que os produtores enfrentam é encontrar um caderno de campo que seja realmente fácil de usar e que seja completoÉ lei, o consumidor tem o direito de saber a procedência e os dados sobre os alimentos que consome.

Os dados gerados de rastreabilidade e caderno de campo são feitos por sistemas integrados e atendem aos requisitos de legalidade da produção rural mas, a adoção dos sistemas ainda é incipiente.

As regulamentações sobre a rastreabilidade feitas pelo Ministério da Agricultura juntamente com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) chegaram em toda a cadeia produtiva brasileira e devem ser adotadas pelos produtores de hortifruti. Para o produtor, a rastreabilidade é muito mais que uma simples etiqueta no produto.

Os cadernos de campo digitais permitem a fácil regulamentação da produção

O produtor rural deve registrar a aplicação de insumos em um caderno de campo. Essas informações devem ainda ser transferidas para os compradores, para que possam atender à legislação e fazer a gestão do fornecimento de forma segura, bem como serem mantidas por 18 meses segundo legislação federal.

Desta forma, o produtor garante que respeitou o período de carência, utilizou produtos registrados para a sua cultura, as doses corretas, entre outros detalhes e controles.

Caderno de campo com etiqueta e QRCode

No mesmo contexto, quem compra o hortifruti para revender tem as informações necessárias em caso de algum problema com resíduo de agrotóxico, já que também é responsável pelo produto que comercializa. Quanto à etiqueta que acompanha o produto, a legislação exige a identificação completa do produtor, peso, lote e identificação completa do produto.

Atualmente é muito importante conhecer a origem de todo produto agrícola que é consumido, já que o comprador é o principal elo na tomada de decisão consciente sobre aquilo que deve ou não entrar na casa das pessoas.

Maior controle da produção e competitividade

Quando se trata de alimentos, isso é ainda mais relevante, é obrigação que a maçã esteja bonita, crocante e doce, mas não é menos importante o conhecimento sobre quem produziu, como é o trabalho no campo, as condições comerciais justas, e principalmente, se os defensivos foram aplicados de forma correta. Ou seja, se o produto é saudável em todos os sentidos.

“O grande desafio que os produtores enfrentam é encontrar um caderno de campo que seja realmente fácil de usar e que seja completo, diz Marcelo Martins”, gerente de desenvolvimento da Eattae.

Para que essa pergunta seja respondida a cada compra, toda a cadeia de produção, embalagens, processamento e comercialização de frutas, verduras e legumes, precisa atender à legislação vigente sobre rastreabilidade e caderno de campo.

Para o produtor rural não basta dizer para quem ele está enviando o produto e confirmar a sua origem, ele deve manter registros da aplicação de insumos agrícolas, principalmente agrotóxicos, e ser capaz de passar essa informação para os elos posteriores da cadeia agrícola, ou seja, quem compra, processa e vende as frutas, legumes e verduras.

Para concluir, quanto mais dados precisos forem gerados, principalmente quando a rastreabilidade e o caderno de campo são feitos por sistemas integrados, esses dados podem em muito contribuir com a gestão dos negócios no campo.A necessidade da rastreabilidade e o caderno de campo na cadeia de produção de frutas, verduras e legumes

Website: http://eattae.com.br

Previous articleTC Day: Evento gratuito terá 10 horas de conteúdo ao vivo com grandes personalidades de finanças
Next articleSamsung amplia portfólio da categoria Lifestyle com projeção 4K e ainda mais opções de TVs