Home NOTÍCIAS Mostra via streaming comemora 70 anos da Cia. Cinematográfica Maristela

Mostra via streaming comemora 70 anos da Cia. Cinematográfica Maristela

30/6/2021 – A ação é realizada em parceria com a plataforma Filmjoin, startup brasileira que oferece filmes e séries gratuitos e em pay-per-view

Os filmes que estão disponíveis, para o público são: “Quem matou Anabela?”, “Suzana e o Presidente”, “Carnaval em lá maior” e “Simão e o Caolho”. A mostra pode ser vista no canal da plataforma Filmjoin: www.filmjoin.com.br.

A Cia Cinematográfica Maristela foi fundada em São Paulo, Brasil, no início dos anos 50, quando baseado no neorrealismo italiano produziu dezenas de filmes em seus estúdios na zona norte da cidade de São Paulo, concorrendo com os Estúdios Vera Cruz e Atlântida Cinematográfica no Rio de Janeiro, na década de 70 e 80 transformou-se no estúdio de dublagem AIC São Paulo e completa 70 anos em 2021: www.maristelafilmes.com.br.

A plataforma Filmjoin é uma Startup brasileira, com um Canal SVOD, que oferece filmes e séries gratuitos e pay-per-view e um Studio digital colaborativo, onde investidores e marcas anunciantes podem investir na produção e distribuição e obter ganhos na venda futura de “pay-per-view”.

A parceria com a Filmjoin está permitindo ainda que filmes como “Suzana e o Presidente” e Carnaval em Lá Maior, que foram digitalizados nos últimos anos, possam ser relançados, utilizando o sistema de pay-per-view da plataforma.

O Canal SVOD da plataforma oferece assinatura gratuita e o público opta por pagar por conteúdos especiais e para gerar sustentabilidade à programação, 5% do valor arrecadado pelo “pay-per-view”, vai para um fundo de financiamento de novos conteúdos.

A mostra traz ainda um “Making of” do relançamento do longa metragem “Carnaval em Lá Maior” e encontros na internet, para contar um pouco mais da história dessa tão importante produtora de cinema do Brasil.

Para falar direto com a Maristela
Marco Audrá 11 99978 8123
m.audra@maristelafilmes.com.br

Filmes disponíveis gratuitamente
“Quem matou Anabela” e “Simão o Caolho”.

Disponível no sistema pay-per-view, “Suzana e o Presidente” e “Carnaval em Lá Maior”, por R$ 2,90 (dois reais e noventa centavos).

Encontros na internet acontecerão no mês de julho de 2021 e serão realizados gratuitamente.

Mais informações studio.filmjoin@gmail.com

AMOR! ALEGRIA! MÚSICA!
Produtor – Mário Cívelli
Diretor – Rugero Jacobi
Roteiro – Gino de Sanctis
Rugero Jacobi
Iluminador – Mário Pagés
Câmera – Juan Carlos Landini
Música – Henrique SimonettiCenografia – Luciano Gregory
Edição – José Cañizares

Elenco
Orlando Vilar
Vera Nunes
Othelo Zeloni
Leonidas da Silva

Numa época quando as mulheres que trabalhavam eram exceção, esta comédia ligeira mostra um grupo de moças que trabalha numa companhia de seguros e o Presidente da empresa se apaixona por uma delas, armando-se uma série de “qui pro quo” e como de praxe, com um final feliz. Uma canção intitulada “As Moças Precisam Trabalhar”, composta especialmente para o filme foi gravada e fez sucesso. A maior originalidade do filme, porém, é que a empresa mantinha uma equipe de futebol, na qual até o Presidente jogava, e havia contratado como funcionário, um grande jogador, o que era comum na época, mas o qual era nada mais nada menos que Leonidas da Silva, e o filme mostram em detalhes sua famosa bicicleta, jogada tão acrobática que obrigou a FIFA a mudar suas quase imutáveis regras, para permitir que a mesma fosse efetuada e que hoje é comum no futebol.

QUEM MATOU ANABELA
Produtor – Alfredo Palácios
Diretor – Didier Akos de Hamza
Roteiro – Miroel Silveira
Iluminador – Rudolph Icsey
Edição – José Cañizares
Música – Gabriel Migliore
Cenografia – Carlos Jacquiere
Figurinos – Maria de Hamza

Elenco – Ana Esmeralda
Procópio Ferreira
Jaime Costa
Carlos Zara
Nidia Lícia
Ruth de Souza
Aurélio Teixeira
Olga Navarro
Carlos Araujo

Dois expoentes do cinema húngaro, o Diretor e o Iluminador, trabalham neste filme que ao redor da bailarina e atriz espanhola Ana Esmeralda, reúne um dos maiores elencos de um filme brasileiro. Após o assassinato da bailarina Anabela o delegado interroga os suspeitos e cada um apresenta sua versão sobre a personalidade da vítima, uma completamente diferente da outra, até um final totalmente surpreendente. A destacar um belíssimo baile espanhol sobre a “Malagueña” de Lecuona, a versatilidade da belíssima Ana Esmeralda que inclusive coreografou e dançou esse Baile, a música de Gabriel Migliore, e o duelo de gigantes da interpretação entre Procópio Ferreira e Jaime Costa, na única vez que trabalharam juntos.

SIMÃO O CÃOLHO
Diretor – Alberto Cavalcanti
Produtor – Alfredo Palácios
Roteiro – Alberto Cavalcanti
Miroel Silveira
Oswaldo Moles
Iluminador – Ferenc FeketeMúsica – Souza Lima
Edição – José Cañizares
Elenco – Orlando Vilar
Mesquitinha
Raquel Martins
Carlos Araujo

Em seu primeiro filme que dirigiu no Brasil, o grande diretor Alberto Cavalcanti utilizou-se da mesma ideia central de seu antológico “Dead of Night” rodado alguns anos antes na Inglaterra, ou seja, que a razão e a loucura, o sonho e a realidade, estão separados por uma tênue linha. Só que neste filme, baseado em crônicas de Galeão Coutinho, a ideia é apresentada numa comédia fina, cheia de ironias e críticas veladas, num humor quase britânico que sempre o acompanhou. Conta a história do caolho que desejava a todo custo recuperar seu olho perdido, sujeitando-se até as loucas experiências de um inventor maluco. O filme é hoje praticamente obrigatório nas cinematecas e cineclubes importantes de todo o mundo.

CARNAVAL DE LÁ MAIOR
Produtor – Alfredo Palácios
Diretor – Adhemar Gonzaga
Roteiro – Miroel Silveira
Oswaldo Moles
Adhemar Gonzaga
Fotografia – Ferenc Fekete
Música – Gabriel Migliore
Edição – José CañizaresElenco – Walter D’Ávila
Randal Juliano
Sandra Amaral
Durval de Souza
Blota Júnior
Pimentinha
Arrelia
Adoniran Barbosa
Renata Fronzi

E mais todo o elenco de cantores da TV Record
Este filme, realizado em sociedade com a TV Record, segue a linha dos carnavalescos cariocas, com uma história cômica interligando os números musicais, tendo sido inclusive contratado o Diretor carioca Adhemar Gonzaga para dirigi-lo. Excelente elenco de cantores e cantoras, destacando Elisete Cardoso, Nora Ney, Araci de Almeida, Ataulfo Alves, Carlos Galhardo, Hervê Cordovil, Carmélia Alves, Isaurinha Garcia, Nelson Gonçalves, Ranchinho e Alvarenga, Jorge Goulart e Inesita Barroso, além de outros.
Mostra via streaming comemora 70 anos da Cia. Cinematográfica Maristela

Website: http://www.filmjoin.com.br

Previous articleDanfoss busca incentivar recuperação econômica focada em crescimento sustentável
Next articleQuais são os cuidados específicos a se ter com as rosas?