Home CORPORATE Odontologia: quem pode empreender no setor?

Odontologia: quem pode empreender no setor?



São Paulo – SP 31/3/2021 – O setor da saúde vem crescendo cada vez mais e com isso, chamando mais a atenção dos empreendedores. Nesse cenário, surge o questionamento: é possível trabalhar com odontologia sem ser dentista? Lucas Romi, Sócio e Vice-presidente de Expansão e Novos Negócios da Odontoclinic, diz que sim

Pode parecer estranho, mas com a opção das franquias não é mais necessário ser formado ou especializado em uma área para trabalhar com ela. E isso não significa exercer de forma antiética uma função da qual não há conhecimento técnico, mas sim tornar-se capaz de coordenar uma empresa com profissionais capacitados. 

Ou seja, de forma prática, a franquia é um modelo de negócios onde há concessão do direito do uso de uma marca fornecido pelo proprietário a um investidor para que a marca em questão seja replicada em diferentes locais, seguindo o mesmo padrão. O modelo de negócios pode ser visto em escolas, restaurantes, clínicas médicas e odontológicas, entre outros.

O mercado de franquias

De acordo com a pesquisa realizada pela R7 Tecnologia e Ciência, 77% dos universitários brasileiros pensam em empreender e as franquias têm sido uma forma segura e de alto retorno. “Entendemos que no momento atual, com a crise causada pela COVID-19, uma franquia pode oferecer maior estabilidade, devido à sua rede de franqueados, suporte e histórico”, diz Lucas Romi, Sócio e Vice-presidente de Expansão e Novos Negócios da Odontoclinic.

Além disso, as franquias já possuem um padrão estabelecido. Ou seja, ao se vincular com a marca, todas as diretrizes já estarão certas. Isso porque uma rede de franquia segue o mesmo padrão de qualidade, valores, missão e visão. Por isso, Lucas indica conhecer uma franquia a fundo antes do investimento.

É importante ressaltar que o modelo veio para facilitar o sonho de tantos brasileiros de terem seu próprio negócio com um formato que – junto com esforço, boa administração e gerenciamento – funciona, afinal, de acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising, ABF, o setor já conta com mais de 2.700 redes de franquias e mais de 160 mil unidades franqueadas. 

Por que optar por franquias odontológicas?

De acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos, Abimo, o segmento odontológico fechou com maior produção nacional já registrada em 2019, o que reflete positivamente nos índices de emprego do setor até hoje – mesmo com a crise global do coronavírus

Isso é notado em todos os rankings realizados entre os melhores setores para investir em franquias, encontra-se a área da saúde entre os 5 primeiros. E como as franquias não exigem conhecimento técnico em sua escolha, a função do franqueado é de seguir o modelo do franqueador e escolher uma boa equipe de dentistas capacitados e gerenciar o seu negócio. 

“O mercado odontológico é muito extenso e está passando por um notável crescimento, que envolve atendimento clínico, cirurgias, procedimentos estéticos, tratamentos preventivos, exames, entre outros. É um bom momento para investir na odontologia”, finaliza Lucas. 

Experiência profissional

A Odontoclinic, que está presente no mercado há mais de 20 anos, é a primeira rede de franquias clínicas odontológicas do Brasil. Hoje, conta com mais de 200 clínicas e 2.550 dentistas.

Com a missão de transformar a experiência de ir ao dentista mais acessível e confortável para seus pacientes, com qualidade em cada atendimento. Um investimento seguro, com alta lucratividade e projeção de crescimento. 

Para saber mais, basta acessar: https://www.franquiaodontoclinic.com.br/Odontologia: quem pode empreender no setor?

Website: https://www.franquiaodontoclinic.com.br/



Previous articleGartner identifica as 10 principais tendências em Data & Analytics para 2021
Next articlePor que é importante ter um endereço fiscal com credibilidade em São Paulo?