Home Cultura Tecnologias biométricas e de reconhecimento facial da Thales ajudam a evitar fraudes

Tecnologias biométricas e de reconhecimento facial da Thales ajudam a evitar fraudes

Métodos de autenticação e biometria altamente precisos garantem uma experiência segura ao usuário

Nos últimos 30 anos, a Thales consolidou liderança e domínio no mercado global de tecnologia biométrica. Para isso, a empresa avalia regularmente a precisão de seus algoritmos e desenvolve novos mecanismos de segurança para combater fraudes e potencializar a eficiência das tecnologias de reconhecimento facial – tecnologia esta, que passa por um processo de aceitação global do usuário, a partir de uso responsável e transparente. Em um recente documento, a empresa reforçou seu compromisso ético de responsável de uso da tecnologia fácil e biométrica.

Com a transformação digital global, a tecnologia de reconhecimento facial e biometria em geral, mostraram rapidamente seu potencial em trazer tanto a segurança, quanto a conveniência esperada para as aplicações atuais. Enquanto ainda nos encontramos no estágio inicial de uma adoção global, a tecnologia é ideal para a era Covid-19, proporcionando uma experiência sem contato. Desta forma, a autenticação por reconhecimento facial nos ajuda a atravessar fronteiras com facilidade e segurança, inscrever para serviços digitais ou ter acesso físico a um edifício sem a necessidade de usar chaves ou crachás.

A Thales atualizou sua tecnologia para se adaptaràrealidade do uso de máscaras em espaços públicos em soluções como Plataforma de Reconhecimento Facial (FRP), Sistema de Identificação Biométrica Automática Cogent (CABIS), Identificação Biométrica Móvel (MBI), Sistema Cogent Mugshot (CMS) e Kits de desenvolvimento de software (SDK). Agora, além de ter 99,3% precisão na identificação de pessoas quando não há máscara presente, e o algoritmo tem cerca de 97% precisão de usuários de máscara (desde que a foto de referência seja de boa qualidade, como em um passaporte ou documento de identidade, e que a máscara não esconda os olhos).

Além disso, mecanismos complexos de detecção de vivacidade foram utilizados para sinalizar fraudes de identificação e tentativas de falsificação, reconhecendo versões não vivas de um rosto (fotos, vídeos, máscaras, etc.). As soluções da Thales também são projetadas para cumprir com os regulamentos de proteção de dados e privacidade estabelecidos, como a Lei Geral de Proteção de Dados.

“Nosso compromisso com as tecnologias vai muito além da qualidade e da precisão de nossas soluções. Hoje em dia, o principal interesse não é apenas lançar soluções, mas garantir que sejam projetadas para serem usadas eticamente, de acordo com o propósito da Thales e com as expectativas das pessoas”, diz Youzec Kurp, vice-presidente de Soluções Biométricas e Identidade da Thales. “Sendo a biometria uma tecnologia altamente sensível, tornou-se crítico exigir mais transparência e ética em seu uso; para que possamos construir a confiança necessária para acolher tais inovações em nossa vida diária”.

Sobre a Thales

A Thales (Euronext Paris: HO) é líder global em alta tecnologia que investe em inovações digitais e tecnologias essenciais – conectividade, big data, inteligência artificial, cibersegurança e tecnologia quântica – para construir um futuro em que todos possamos confiar e que é vital para o desenvolvimento de nossa sociedade. A empresa oferece soluções, serviços e produtos que ajudam seus clientes – empresas, organizações e nações – a superar seus desafios nos mercados de defesa, aeronáutica, aeroespacial, transporte e identidade digital e segurança, tendo sempre pessoasàfrente do processo de tomada de decisão.

Com 81 mil funcionários em 68 países, o Grupo gerou vendas de € 17 bilhões em 2020.

Previous articleDeclaração e Pagamento de Juros sobre o Capital Próprio
Next articleApós duas décadas Catho passa a oferecer gratuidade para todo Brasil