“‘Descontos imperdíveis e preços arrasadores”. Essas são as ofertas que ilustram a Black Friday. Agendada para o dia 24 de novembro, lojas físicas e e-commerce já se preparam para o evento, enquanto os consumidores já estão acompanhando a movimentação das ofertas em diversos canais. Se essa é uma oportunidade de ouro para as pessoas que aguardam o ano todo pela data, também é motivo de atenção. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Diversas quadrilhas altamente especializadas e organizadas com objetivo único e exclusivo de criar propagandas e ataques contra instituições de e-commerce – e outros setores – estão se empenhando para obter lucros durante a data. Essa rede criminosa é estruturada como uma operação de qualquer empresa, com hierarquias e papéis bem definidos. Hoje em dia, a qualidade e tecnologia empregadas nas fraudes de comércios eletrônicos são extremamente altas, além de todo cuidado na comunicação escrita e visual, o que não se via muito no passado. Por isso, é preciso que o consumidor esteja atento às ofertas que, muitas vezes, copiam o verdadeiro site de e-commerce, confundindo e fraudando o consumidor.

Por isso preste muita atenção nessas 10 dicas de segurança fornecidas por Diego Baldin, coordenador de Prevenção à Fraude da Diebold Nixdorf Brasil, antes de clicar no botão “comprar” do site. Confira:

1. Cuidado com as mensagens recebidas por e-mail e/ou SMS – Existem diversas pessoas pensando em obter seus dados sensíveis ou até mesmo induzi-lo a tomar ações que podem contribuir para o roubo de informações.

2. Conheça sempre os sites onde você digita informações pessoais – Recomenda-se checar o endereço do browser “https” e verificar se há cadeado ao lado, se houver, significa que é um site legítimo. Preste sempre atenção se um site está pedindo mais informações do que faz normalmente.

3. Mantenha sempre seus programas e sistemas devidamente atualizados.

4. Sempre altere as configurações e senhas padrão dos equipamentos conectados à Internet – não negligencie o avanço da Internet das Coisas.

5. Seja sempre crítico com todas as informações que lhe solicitam, inclusive no mundo físico. Existem diversas pessoas treinadas que se passam por conhecidos ou empresas para tentar extrair suas informações sensíveis.

6. Não divulgue e nem utilize as mesmas credenciais de acesso para seus e-mails e acessos a sistemas.

7. Altere suas senhas regularmente e evite o armazenamento.

8. Sempre que disponível, habilite a autenticação de dois fatores nos sites onde você armazena informações sensíveis.

9. Não baixe e nem instale softwares ou aplicativos desconhecidos – existem diversos programas na internet que prometem melhorar a eficiência de seus dispositivos, estes podem se tratar de programas espiões.

10. Instale sempre os dispositivos de segurança ofertados pelas instituições financeiras.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA