celular

Dez em cada dez usuários de celular já derrubaram o aparelho no chão. O acidente é super comum, porém pode acarretar em problemas como a quebra da tela e do vidro. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Um dos maiores inconvenientes com acidentes com smartphones são os riscos no aparelho e a quebra da tela e do vidro. Esse último é o que mais gera dúvidas na hora do conserto. Será mesmo que é preciso trocar todo o LCD? De acordo com a técnica da Fix Online, Tatiana Moura, a resposta é não. “Em 90% dos casos, é necessário fazer a troca somente do vidro, gerando uma economia de até 70% ao cliente”, afirma.

Muitos usuários, quando esse tipo de aborrecimento acontece, opta por comprar um novo aparelho por falta de conhecimento e acesso às assistências técnicas que prestam esse tipo de serviço. “A parte frontal dos smartphones é composta pelo LCD, que é a união da tela com o vidro. Sendo a tela o painel capaz de exibir as imagens vindas do aparelho e o vidro o seu revestimento. Quando um celular cai no chão, o vidro, na maioria das vezes, é o mais prejudicado”, complementa.

Em todo o Brasil, apenas 1% das assistências técnicas possuem o maquinário necessário para fazer a troca somente do vidro, pois é necessário um investimento alto para obter essas máquinas, além da mão de obra especializada e, por isso, a maioria das assistências preferem trocar todo o LCD. “Sem essa máquina, não é possível retirar somente o vidro sem danificar o aparelho. Por isso, os clientes morrem de medo quando o vidro do aparelho trinca.

O Samsung S8 Plus, por exemplo, custa em torno de R$ 2.200. O conserto do LCD deste aparelho possui o valor de R$ 1.180. Não vale a pena. Já, se tratando somente do vidro, o valor cai para R$ 620″, explica Tatiana.

Como saber quando trocar somente o vidro do celular?
Para leigos no assunto, é difícil saber quando é necessário trocar somente o vidro do aparelho. Mas basta avaliar alguns itens para identificar se orçamento passado pela assistência técnica tem fundamento ou não: tela sem manchas e touch funcionando normalmente são sinais que o LCD não foi danificado. “A troca do LCD só é necessária quando há a perda de funcionalidade dos recursos da tela e o comprometimento da imagem”, finaliza a técnica.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Celular quebrou? Sem desespero! Saiba as diferenças entre a tela e o vidro do aparelho

 

Veja também
Smartphones e computadores aceleram envelhecimento da visão
82% dos brasileiros costumam jogar em smartphones
Como proteger o seu smartphone de ameaças?