NOVIDADES

Cloud Computing e Atualização de Sistemas: boas respostas para restringir ataques de vírus

Cloud Computing e Atualização de Sistemas: boas respostas para restringir ataques de vírus




por 26 de maio de 2017 0 comentários

O recente ataque do ransomware “WannaCry”, que ocorreu há algumas semanas, aumentou consideravelmente a preocupação das pessoas com a segurança no ambiente online e mostrou o risco de manter operações rodando sobre sistemas desatualizados ou descontinuados. Mais de 200 mil computadores em 150 países foram vítimas de um ransomware, um tipo de malware (ou software malicioso) que restringe o acesso ao sistema infectado e cobra um resgate para que seja restabelecido.

O acontecimento trouxe uma reflexão importante: junto com os benefícios da nossa migração para um mundo digital, evoluem também os tipos de crimes praticados nesse ambiente. Além de termos de nos preocupar com problemas do nosso cotidiano, hoje também precisamos pensar sobre a segurança dos nossos bens digitais como dados bancários, arquivos pessoais e corporativos, entre outros.

Em relação ao “WannaCry”, o mundo teve sorte dessa vez: houve tempo hábil para a Microsoft reescrever do zero os patches para os serviços de rede SMBv3 (a vulnerabilidade que permitiu o alastramento). Além disso, um analista da NCA (National Crime Agency da Inglaterra) encontrou uma solução “paliativa” em tempo recorde que possibilitou restringir a expansão do ransomware.

Nessa onda de ameaças, muitos especialistas estão se perguntando: O que poderia ter sido feito para evitar isso? Ou, no mínimo: O que podemos fazer agora para reduzir nossa exposição a esse tipo de ataque?

Caso os sistemas corporativos das empresas atingidas estivessem todos baseados em cloud computing e com suas infraestruturas on-premisse atualizadas, as correções de segurança teriam sido executadas automaticamente e as informações e operações das respectivas companhias provavelmente estariam protegidas. E está aí a grande vantagem de uma operação em nuvem: os clientes podem contar com softwares e hardware sempre atualizados, não apenas na camada de sistema operacional, mas em todas as camadas de rede até a aplicação.

Enquanto equipes de TI mundo afora continuam em alerta e os especialistas se aprofundam na caça aos cibercriminosos, diversos gestores de tecnologia têm aproveitado o momento para combater definitivamente um dos principais pontos de vulnerabilidade: sistemas desatualizados e descontinuados nas organizações.

As empresas precisam ter a consciência que devem investir na manutenção da TI para evitar que os riscos sejam potencializados e, a partir disso, buscar a melhor solução que atenda suas necessidades e as mantenham seguras contra as ameaças.

A todo momento estamos enfrentando novos ataques cibernéticos, cada vez mais elaborados e perigosos. Para evitar ser a próxima vítima, o recado é claro: mantenha os sistemas da sua empresa sempre atualizados nas últimas versões de hardware e software antes que apareça a próxima ameaça. Além disso, pense em acelerar a migração do seu sistema para um Cloud que ofereça manutenção preditiva, acabando com os potenciais riscos antes que eles realmente ocorram.

Colaborou Gustavo Jota, gerente de produto de Performance Corporativa da Senior

 

 INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Nenhum comentário ainda

Seja o primeiro a comentar

Ainda não há comentários

Seja o primeiro a comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.