Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil ocupa a quarta posição entre os países com o maior número de casos de diabetes. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Ao todo, são 16 milhões de brasileiros acometidos com a doença, que só nos últimos dez anos, cresceu 61,8%.

Essa epidemia tem se agravado principalmente, em virtude do aumento do sedentarismo e da má alimentação da população brasileira. E como não há cura, é preciso seguir o tratamento a risca, principalmente no que diz respeito à mudança de hábitos alimentares e aplicação de insulina, em alguns casos.

Mas, como opção para amenizar os efeitos da diabetes e prover melhor qualidade de vida, os exercícios físicos tornam-se excelentes aliados. Se falarmos especificamente do Pilates, os benefícios serão ainda maiores.

Além disso, como o sedentarismo é um dos fatores para o aumento do número de pessoas diabéticas, é preciso motivar o paciente começando com uma rotina leve de exercícios, de modo que ele se adapte a essa nova realidade. E o Pilates tem esse exatamente esse perfil. As atividades são personalidades para cada paciente e cada caso.

É possível sentir os efeitos desde a primeira aula, visto que os exercícios ajudam a melhorar a combustão da glicose, alterando a forma com a qual o corpo reage a insulina; o hormônio responsável pelo diabetes. Vale destacar que a doença acontece pela falta ou má absorção da insulina.

Além deste benefício específico para os portadores de diabetes, a prática do pilates também reflete em outras áreas, sendo responsável por melhorar a circulação arterial e a função intestinal; aumentando a energia do praticante e estabiliza o lado emocional; reduzindo automaticamente os níveis de estresse e os riscos de problemas no coração.

Ou seja, se hábitos ruins te levaram ao diagnóstico de pré-diabetes ou diabetes, não espere mais para fazer algo por você. A doença não tem cura, mas é possível viver com mais qualidade de vida e sentindo menos os efeitos dela.

Vale lembrar que além dos exercícios supervisionados por especialistas, o paciente com diabetes, deve seguir rigorosamente a dieta e as demais recomendações médicas para o seu quadro. As atividades e exercícios praticados servem apenas para auxiliar o tratamento e não substitui nenhum medicamento ou prescrição médica.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Conheça os benefícios do Pilates ao paciente com diabetes

Veja também
Dia Internacional da Mulher: como a tecnologia pode ajudar em cuidados essenciais com a saúde feminina
Uso excessivo de salto alto pode prejudicar a saúde dos pés, coluna, joelhos e até quadris
Confira mitos e verdades sobre a saúde de seus olhos