Home Qualidade de Vida Mobilidade Empreendedor cria “Uber das encomendas” após correria no casamento

Empreendedor cria “Uber das encomendas” após correria no casamento

Quando Marcos Schulz, CEO da Monkey’n Apps, especializada em soluções mobile, idealizou o Partiu Entregas, a inspiração surgiu de quando ele mesmo precisou despachar algumas caixas no dia do seu casamento. Em meio à correria desse grande dia, surgiu à necessidade. Schulz conta que acessou a internet para solicitar um carreto e encontrou várias opções de frete, porém, teve que ligar para cada um em busca do melhor preço, mas a maioria não atendeu ao telefone ou não tinha disponibilidade imediata. Diante do problema, apareceu a solução. Entre caixas, trânsito, tempo e a organização do próprio casamento, ele criou o “Uber das encomendas”.

“Não consegui resolver a questão no dia do casamento, tive que transportar as caixas, mas acreditei na ideia e acho que o Brasil está caminhando a passos largos rumo a “gig economy“, exemplo disso é o Uber. A partir da ideia, preparamos o Business Plan baseado nesta e outras variáveis e lançamos a solução”, explica Marcos Schulz, CEO da Monkey’n Apps.

A Partiu Entregas é uma plataforma com app para entregas urbanas e inicia suas atividades na cidade de São Paulo com previsão de investimentos de 2,5 milhões de reais (ao longo de dois anos) da própria Monkey’n apps. O app está disponível na Android e em novembro também para versões IOS. A estimativa da Monkey’n Apps é o alcance mensal de uma renda aproximada de seis mil reais para motoristas que aderirem à plataforma. “Além de gerar uma nova forma de renda, o Partiu Entregas vai unir pessoas a necessidades, reduzir o volume de carros nas ruas, eliminar processos burocráticos e proporcionar mais tempo e comodidade”, afirma Schulz.

Para usar os serviços, a Monkey’n Apps classificou dois tipos de usuários, o motorista e o cliente que deseja solicitar uma entrega. Ambos precisam fazer parte de uma rede para disponibilização do serviço. Na plataforma são inseridos dados padrões (nome, email, senha) para criação do perfil que inclui ainda foto, telefone e outros dados. Finalizada esta etapa o cliente para solicitar uma entrega precisa cadastrar um meio de pagamento, cartão de crédito.

Todos os dados do Cartão de Crédito não são mantidos no celular, mas enviados para o gateway de pagamento que faz a administração desses dados de forma segura e devolve a informação do cartão (valido ou não). Logo após o cadastro do cartão de crédito, o usuário está apto a solicitar entregas. Quando uma entrega é solicitada, o usuário envia uma …[MAIS]

1
2
Previous article92% das empresas europeias admitem despreparo para o mercado único digital
Next articleTransformação Digital consumirá mais da metade dos gastos de TI nos próximos anos