Home Cultura Empresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbrido

Empresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbrido



Com medidas de isolamento social implementadas pelo mundo, as organizações tiveram que se adaptar à rotina de trabalho dos funcionários em casa. Prova disso, é que a procura por aplicativos de videoconferência disparou. No início da pandemia, a Microsoft tinha cerca de 32 milhões de usuários ativos diários do Microsoft Teams e esse número saltou para 75 milhões em semanas. Em 2022 o app de videoconferências alcançou 270 milhões de usuários ativos diários.

A implantação do modelo de trabalho remoto em caráter de urgência levou as empresas a adotarem soluções de comunicações para manter a rotina de trabalho, com o fim da pandemia essas empresas agora buscam otimizar a operação, reduzir custos e entregar uma melhor experiência para seu usuário que se encontra no modelo híbrido.

Neste contexto, a Mineração Taboca, produtora de estanho refinado do Brasil, que havia adotado o Teams como plataforma de colaboração, vislumbrou a oportunidade de atualizar sua plataforma de telefonia agregando novas funcionalidades ao aplicativo da Microsoft, para que os colaboradores pudessem utilizá-los em qualquer lugar.

Para isso, a equipe da companhia realizou um detalhado processo de viabilidade e retorno do investimento, considerando o uso de tecnologia em nuvem e com recursos que atendessem aos requisitos técnicos e financeiros do projeto. Como resultado dessa seleção eles contrataram a DigitalNetBR, empresa de tecnologia da informação, para realizar integração da solução de comunicação do Microsoft Teams com o PABX Cisco existente.



Marcelo Nascimento, Gerente de TI na Mineração Taboca e responsável pelo projeto, explica que o Microsoft Teams, é a ferramenta oficial da empresa para troca de informações, como chat e documentos e que a integração da plataforma a telefonia gerou ganho de produtividade, ligações em alta qualidade e evitou novos investimentos na antiga plataforma de telefonia. “O trabalho remoto aumentou ainda mais a necessidade de proporcionar uma ferramenta de comunicação realmente unificada para os nossos colaboradores. Hoje, eles conseguem permanecer conectados o tempo todo de onde estiverem”, explica.

“Agora temos um modelo de trabalho híbrido, além do formato completamente remoto. Com as implantações foi possível proporcionar uma ferramenta integrada e acessível para nossos colaboradores de modo que eles consigam a partir desses serviços digitais modernos, adaptar-se a esse novo momento. Tudo que o colaborador vai precisar para utilizar o serviço é ter acesso à internet”, reforça.

Ainda de acordo com Marcelo Nascimento, na primeira etapa foram selecionados uma gama de funcionários que efetivamente estão em home office, sobretudo a solução está disponível e escalável para que seja habilitada para novos colaboradores que venham demandar tal necessidade. “Basta ativarmos mais licenças e ter uma conexão com a internet”, complementa Nascimento.

Fábio Rigotto, Head de Negócios e Parcerias da DigitalnetBR, esclarece que “habilitar o recurso de telefonia no Microsoft Teams torna a ferramenta em um hub de colaboração online que integra pessoas, conteúdos e recursos para tornar equipes de trabalho mais produtivas”.

O Head de Negócios e Parcerias da DigitalnetBR, ainda explica que, ao final do projeto que levou cerca de 40 dias para sua implantação, houve um aumento de produtividade dos usuários em mais de 40% ao usar os recursos de telefonia de maneira nativa ao Microsoft Teams. “Através das soluções de colaboração é possível reduzir os custos corporativos com viagens e deslocamentos e contar com soluções que melhoram a experiência de áudio e vídeo pessoal ou em salas de reunião, dentre outras possibilidades”, relata Fábio Rigotto.

O profissional também conta que mais de 50 mil usuários aderiram esse tipo de serviço, como Natura, BRF, Votorantim e Nexa. “Com as implementações adequadas é possível diminuir distâncias por meio de soluções de telecomunicações que otimizam negócios locais e globais”, finaliza Rigotto.

Empresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbridoEmpresas aderem plataforma de videoconferência para viabilizar trabalho híbrido

Previous articleA importância do RH na aplicação da Lei Geral de Proteção de Dados
Next articleEstudo desvenda comportamento fitness durante a pandemia