Home Cultura Fintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplência

Fintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplência



O EduPay, fintech voltada à gestão financeira de escolas do Brasil, lançou ontem (10) uma frente de apoio financeiro as escolas. A mensalidade garantida vai oferecer receita previsível todos os meses as escolas, mesmo que haja inadimplência das mensalidades por parte dos pais. O lançamento acontece na Bett Brasil, evento que reunirá até a sexta-feira (13) mais de 3 mil educadores e gestores para debater educação e tecnologia. “Devido à pandemia, estimamos que hoje 70% das escolas têm problemas para fechar as contas. O nosso objetivo é promover a mensalidade garantida, garantindo receitas previsíveis todos os meses para as escolas”, é o que garante o Anderson Morais, CEO da startup.

As escolas passarão por um processo de análise da gestão financeira. Após a aprovação, receberão mensalmente a receita garantida, mesmo que as famílias atrasem os pagamentos, com um desconto de administração que será variável de acordo com o tamanho e gestão da escola. A fintech assume, então, o processo de cobrança das mensalidades junto às famílias. “A expectativa do EduPay mensalidade garantida é de, no primeiro ano de atuação, apoiar cerca de 600 escolas no Brasil, o que geraria previsibilidade financeira na gestão de 200 mil alunos e gerenciando recebíveis de aproximadamente R$250 milhões”, afirma o CEO.

A gestão financeira é um desafio nesse segmento, já que as escolas geralmente são administradas por profissionais de educação e passam por problemas de gestão como: falta de equipe especializada para cobranças, baixo fluxo de caixa, custos altos com fornecedores, gastos com reformas e pagamento de pessoal. “Com segurança financeira, as escolas poderão planejar expansões e gerenciar melhor o tempo, focando na área pedagógica”, destaca Morais.

O EduPay é uma plataforma de gestão de pagamentos de escolas do Brasil. Hoje atua no processo de inovação, automação e relacionamento das cobranças escolares, com funcionalidades como: diversificação dos meios de pagamento (boleto, Pix e cartão de crédito), cobrança de juros e multas automáticas. Seu desenvolvimento é feito em conjunto com a edtech Agenda Edu, plataforma de comunicação e engajamento escolar que atende mais de 3 mil escolas e conta com 2 milhões de usuários. “Nosso objetivo é que a rotina e a comunicação da escola caminhem junto com a gestão financeira e estejam sempre em dia”, conta Anderson Morais.



A Agenda Edu também vai apresentar novidades ao mercado durante a Bett Educar, que acontece de 10 a 13 de maio, em São Paulo. As integrações com sistemas de gestão empresarial como TOTVs e ActiveSoft e logins integrados com Microsoft, Apple e Google estão entre as inovações do aplicativo. As atualizações pretendem gerar maior praticidade, automação de processos e otimização do tempo da gestão e comunicação escolar.

Fintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplênciaFintech EduPay ajudará escolas que sofrem com inadimplência

Previous articleRefinaria abre seleção para mais de 100 vagas de Técnico Operacional na Bahia
Next articleBrasil figura entre os países mais inovadores do mundo para o setor jurídico
Diretor de Conteúdo do Portal Vida Moderna