Pilates na gravidez

As férias de inverno são marcadas por viagens com a família, e para garantir que esse seja um momento bem aproveitado inclusive por futuras mamães, deve-se ter atenção para a saúde postural das gestantes. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

A fisioterapeuta Adriana Bolognesi chama a atenção para esse assunto tão importantes. “Seja no carro ou no avião, quando ficamos muito tempo na mesma posição, nosso corpo passa a sofrer com dores nas colunas cervical e lombar”, explica.

Com isso ela ressalta a importância dos exercícios de Pilates na gravidez. “Eles podem ser realizados desde o início do período de gestação. Quando feitos com cuidados e orientados por uma profissional capacitada, estes exercícios são excelentes para fortalecer e tonificar todos os músculos, preparando o corpo da mulher para o nascimento do bebê”, diz.

Com a musculatura mais forte e firme, a gestante sentirá menos dores nas costas, conseguirá se movimentar com maior facilidade e terá muito mais disposição para suas atividades do dia-a-dia, o que pode ajudar na hora dos preparativos para a chegada do bebê.

No entanto é importante que os exercícios sejam específicos e voltados para a gestante, a fim de evitar problemas. “Nesta fase é necessário fortalecer as costas e os músculos pélvicos. As aulas de Pilates para gestantes podem ser realizadas 1 ou 2 vezes por semana com duração de 30 minutos a 1 hora cada, ou à critério do instrutor e de acordo com o tipo de condicionamento físico da gestante”.

Os exercícios ajudam a suportar melhor o peso da barriga, combatem o inchaço nas pernas e ainda facilitam o nascimento caso a mãe queira realizar o parto normal, além de diminuir o risco de incontinência urinária na gravidez e também no pós-parto. Outros benefícios do Pilates na gravidez são:

– Combate a dor e o desconforto nas costas;

– Maior controle sobre o peso;

– Melhor condicionamento físico;

– Melhora a respiração;

– Melhora a circulação sanguínea;

– Maior oxigenação do bebê.

Além disso, vale ressaltar que a prática regular de Pilates durante a gestação acalma o bebê por haver uma menor concentração de cortisol na corrente sanguínea da mãe. O cortisol é um hormônio que se encontra em maior quantidade no sangue quando estamos cansados e estressados.

Antes de qualquer prática de atividades físicas, é importante para a gestante consultar o seu médico. O obstetra deve ter conhecimento, pois existem algumas situações durante a gravidez que são mais delicadas, impedindo a prática esportiva. Nestes casos não é somente o Pilates que não deve ser realizado, mas qualquer tipo de atividade física que possa comprometer o estado de saúde da mãe ou do bebê.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Gestantes: Saiba como o Pilates pode te ajudar

 

Veja também
Confira mitos e verdades sobre a saúde de seus olhos
Quatro mitos sobre saúde bucal e o consumo de chocolate
Conheça 9 motivos para os idosos praticarem Pilates