… uma pessoa pode encontrar a rota mais eficiente entre duas cidades. À medida que mais locais são adicionados, o número possíveis de resultados aumenta. É um problema semelhante ao encarado por sistemas que cuidam de rotas aéreas e, principalmente, em missões espaciais. A questão deixada para o D-Wave tinha 1.000 dessas variáveis.

O discurso, do lado reservado da equipe envolvida, é devido ao problema proposto não ter sido algo que computadores comuns também resolveriam. O entusiasmo vem de ter sido a primeira vez que uma máquina quântica conseguiu mostrar que funcionaria de modo correto e mais rápido.

Computadores quânticos trabalham de maneira distinta dos comuns. Até hoje, estamos acostumados com os bits sendo zeros e uns. Ou são zero ou são um. A combinação de vários desses zeros e uns formam letras, palavras, ordens e tudo o que vemos na tela. No computador quântico, o bit é zero e um ao mesmo tempo. Essa é uma explicação bem simples. Os computadores quânticos dependem de princípios fundamentalmente diferentes para os computadores de hoje.

Outra ressalva é que o trabalho de pesquisa do Google não foi revisada por outros pesquisadores, algo essencial no método científico. Essa verificação deve ser feita nos próximos meses.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br