Home CORPORATE LelloLab acelera 12 startups sustentáveis brasileiras

LelloLab acelera 12 startups sustentáveis brasileiras

Aceleradora de projetos recebeu inscrição de 128 startups, inicia processo de aceleração que terá duração de 3 a 6 meses



O LelloLab, o laboratório de inovação da vida em comum criado pela Lello, acaba de iniciar a etapa de aceleração com as 12 startups selecionadas pela sua aceleradora de projetos. São elas: Alpop, Coletando, E-unidos, Du Local, Goma, Green Mining, Loa Terra, Muni, O Expresso, Piipee, Tupinambá e WCH. Todos estes projetos são voltados para a sustentabilidade das cidades e bem-estar das pessoas. Durante esse processo, que terá duração de 3 a 6 meses, cada startup seguirá uma trilha personalizada, com mentorias coletivas e específicas para as demandas de cada uma, além de uma preparação para acesso a capital, e exercícios de prototipação em condomínios e imóveis.

A aceleração tem como primeira etapa o diagnóstico para avaliar o estágio de cada iniciativa. As etapas seguintes englobarão mentorias, desenvolvimento de MVP (mínimo produto viável) e preparação para captação e investimento. Para cada iniciativa, será atribuído um tutor do LelloLab, que acompanhará de perto toda a jornada da iniciativa pelo tempo de aceleração. Os tutores do LelloLab serão responsáveis por apoiar as startups em suas dúvidas e necessidades, melhorando a jornada das empresas.

“A etapa de diagnóstico é essencial para que possamos conhecer o momento e as demandas de cada uma das startups. Na sequência, poderemos com o nosso programa de mentorias, proporcionar um processo personalizado e de alto valor agregado para cada um dos projetos”, diz Filipe Cassapo, diretor do LelloLab.

Mentorias
“Nossas mentorias serão guiadas por cinco pilares essenciais: Experiência Cidadã, Gestão e Governança, Valor Socioambiental, Métodos e Tecnologia e Mercado. Cada um desses temas será desdobrado em um conjunto de mentorias específicas”, conta Cassapo. O eixo de Experiência Cidadã, por exemplo, contará com mentorias como:”Jornada Cidadã” e ”A Nova Urbanidade”, para todos os projetos, e ”Business Model Canvas”, para projetos de garagem.

O pilar Mercado abordará os temas como: Mercado Condominial, Modelo de Negócio e Marketing Digital. Já a parte dedicada a Métodos e Tecnologia tem como objetivo trazer o conhecimento necessário para aplicação de tecnologia nos negócios, com as mentorias de Design de Serviço, Data Science e Analytics e Inovação Aberta. “Queremos preparar as startups da melhor e mais completa maneira possível para o mercado, pensando na inovação da qualidade da vida em comum. Por isso, buscamos trazer temas essenciais e atuais para quem busca empreender nas Cidades Sustentáveis Inteligentes”, explica Filipe.

O quarto eixo, Gestão e Governança, levantará assuntos importantes para os processos estratégicos, para uma boa governança e para a gestão do dia a dia de qualquer empresa inovadora, como: Diversidade e Inclusão, LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), Gestão Financeira e Investimentos. Por fim, as mentorias dedicadas ao tema de Valor Socioambiental, falarão de Economia Circular, Infraestrutura Verde e Integração Natureza & Cidade.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Mitos e verdades sobre o refrigerador side by side da Samsung, com três portas
Previous articleNTT DATA e everis abrem inscrições para o 12º Concurso de Inovação Aberta
Next articleGoPro apresenta a HERO10 Black