O mercado global de smartphones sofreu sua maior contração anual de todos os tempos durante o primeiro trimestre, por conta dos efeitos da pandemia do Covid-19. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Segundo o Gartner, os embarques caíram de 374,9 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2019 para 299,1 milhões, com medidas de bloqueio e incerteza econômica que levaram ao colapso da demanda, pois os consumidores pararam de gastar em produtos não essenciais.

O analista de pesquisa Anshul Gupta disse que a pandemia causou o “pior declínio de todos os tempos” nos embarques de smartphones, observando que os fornecedores chineses e a Apple foram “severamente impactados” pelo fechamento de fábricas na China.

Além disso, foi observado que três dos cinco principais fornecedores sofreram declínios de dois dígitos: a Samsung liderou a lista com 55,3 milhões de unidades vendidas, mas isso foi 22,7% menor que no primeiro trimestre de 2019; A Huawei ficou em segundo lugar, com 42,4 milhões de unidades, uma queda de 27,3%; enquanto as remessas da Oppo, quinto colocado, caíram 19,1%, para 23,9 milhões.

Os embarques da Apple em terceiro lugar caíram 8,2%, para 40,9 milhões, enquanto a Xiaomi aumentou em quarto lugar os embarques, 1,4%, para 27,8 milhões, devido à forte demanda por dispositivos Redmi da submarca.

O Gartner disse que a Samsung sofreu devido a um “canal online ineficiente” e ao fechamento de lojas.

Ele também sugeriu à Huawei um “ano desafiador”, pois era “improvável” atrair novos compradores nos mercados internacionais devido à falta de serviços do Google, apesar dos esforços para desenvolver seu ecossistema Huawei Mobile Service.

 

[/read]
 

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Mercado de smartphones tem queda recorde de 20%

 

Veja também
HyperX celebra vendas de 10 milhões de headsets, um milhão de teclados e 65 milhões de módulos de memórias
WhatsApp Web receberá recurso para chamadas de vídeo com até 50 participantes
Ensino universitário e mercado de trabalho: mind the gap