Home CORPORATE Primeiro dia da Global Security Week 2022 discute temas inéditos para o...

Primeiro dia da Global Security Week 2022 discute temas inéditos para o segmento de Segurança Integrada

No primeiro dia da 2ª edição do Global Security Week, a ISC apresentou painéis de debate de âmbito internacional, com participação de empresas e líderes mundiais do segmento

Cibersegurança - Cadeados Fechados e Abertos


Com mais de mil inscritos, a ISC Brasil deu início, no dia 26 de abril, à segunda edição do Global Security Week, evento realizado em formato digital. Com altíssimo engajamento de gestores de segurança na plateia virtual, onde mais de 65% dos inscritos tinham nível gerencial (ou acima), o GSW 2022 abriu os trabalhos com a proposta de ofertar atualização e apontar tendências sobre os mais variados temas e novidades pertencentes ao segmento de segurança integrada (pública, privada e eletrônica).

No primeiro dia do evento, o destaque recaiu sobre o painel de abertura, intitulado “Novas Tendências e Soluções Integradas em Gestão de Segurança Privada: Visão Global”. Mediado pela Chief Human Resources Officer da SECURITY, Renata De Luca, contou com a participação ainda de Patrick Senior, da França, Presidente da Global SECURALLIANCE / CEO da Groupe BSL, Jakub Dzik, da Polônia, Vice-Presidente da Global SECURALLIANCE / CEO da IMPEL, e Alberto Alvarez, da Argentina, Presidente da ALAS (Asociación Latinoamericana de Seguridad).

Após uma introdução interessantíssima sobre o mapa mundial da criminalidade, trazido pelo representante da ALAS, que mencionou que os países latino-americanos possuem 8% da população mundial, mas 33% dos homicídios, os panelistas puseram-se a discutir particularidades do setor de Segurança para mitigar essa terrível consequência nesses países.

A inflação herdada como consequência da pandemia por todo o mundo e o risco cibernético foram outros temas abordados pelos panelistas. Outro tema discutido pelos participantes foi o efeito da transformação digital na Segurança no meio corporativo e o quanto ficarão para trás as empresas que não se adequarem às novas tecnologias.



O segundo painel registrou o encontro denominado “2022, Segurança e Serviços. Novos desafios e oportunidades, uma visão plural do setor no Brasil – As redes de comunidades se ampliam”. Esse painel contou com diversos verticais do setor, reunindo órgãos e empresas públicas, consultores, acadêmicos e profissionais do meio corporativo, o que erigiu um caldo cultural de extrema valia com uma conclusão incontestável: o compartilhamento de informações e experiências nascido durante a pandemia é a grande oportunidade de evolução desse setor.

A diversidade de participantes foi um grande exemplo: Elza Paulina de Souza, Secretária Municipal de Segurança Urbana de São Paulo; Fernanda Galdino; Subprefeita da Lapa, São Paulo; César Tiossi, Sociólogo USP e Vice-presidente CONSEG Perdizes Pacaembu; Renata De Luca, da SECURITY; Rita Peres, Diretora de Segurança Corporativa do Hospital das Clínicas de SP; Raphael Fernandez, Chefe de Segurança Pública do Metrô de SP; Coronel Ramalho, da Slalom – Consultoria e Treinamentos; Edison Endo, Diretor Comercial na Helper Tecnologia; Josué Paes, Relações Institucionais em Segurança na Diretoria de Segurança Corporativa do Hospital das Clínicas de SP; e os moderadores Daniel Coelho, Advogado – CONSIS PLUS, e Nelson Júnior, Gerente de Segurança do Shopping Center Eldorado.

O último painel do dia teve um assunto bem específico, mas não menos abrangente na necessidade da discussão: Tecnologia em Segurança para o Agronegócio. Debatendo particularidades da indústria do agronegócio, e as especificidades exigidas de setor se Segurança para esse vertical de negócio, o painel contou com Mauro Rossi, Diretor de Operações de Segurança, e Clayton Magno, Gerente de Planejamento de Segurança, ambos da RESOLV, Marcelo Ferreira, Diretor da SPECTTRA Tecnologia em Segurança, e Roger Salvador, Gerente de Segurança Empresarial – IGUATEMI RIBEIRÃO .

Thiago Pavani, gerente de produto da Reed Exhibitions e responsável direto pela ISC Brasil, comentou sobre a complementariedade dos eventos digitais e de sua capacidade de gerar novos negócios a expositores, clientes e visitantes. “O digital é complementar às feiras físicas e, com isso, mantemos o nosso compromisso de conectar empresas e clientes durante todo o ano”, opinou.

No segundo dia do Global Security Week 2022 tem mais dois painéis: “Migração para uma segurança inteligente em 5 passos”, com profissionais da ALTAVE, e “Operações da segurança empresarial em locais com situação de crise”, com participação de executivos da ABSEG, GESEG / CRA-SP e ARSLAN SECURITY.

O terceiro dia do evento estará reservado para a realização de reuniões de negócios online através do hub de conteúdos e networking do evento digital, onde os participantes e as empresas podem agendar seus encontros de acordo com a disponibilidades de ambas as partes.

Para assistir e participar do evento digital é só ir para o site oficial. Qualquer um dos debates da Global Security Week pode ser revisto on-demand, o que deverá amplificar ainda mais a ótima participação do público.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Mitos e verdades sobre o refrigerador side by side da Samsung, com três portas
Previous articleSubcomitê Leste promove debate sobre segurança hídrica
Next articleBarretos Motorcycles reúne apaixonados por motos com shows de rock e acrobacias