NOVIDADES

Queda nas remessas mundiais de computadores pelo quinto ano consecutivo

Queda nas remessas mundiais de computadores pelo quinto ano consecutivo


by 23 de janeiro de 2017 0 comments

Mercado apresentou queda de 6,2% em comparação a 2015.

O Gartner aponta que as remessas mundiais de PCs totalizaram 72,6 milhões de unidades no quarto trimestre de 2016, uma queda de 3,7% em relação mesmo período de 2015, de acordo com resultados preliminares. Em 2016, as remessas alcançaram 269,7 milhões de unidades, um declínio de 6,2% comparado ao ano anterior, seguindo uma queda anual que acontece desde 2012.

Mesmo com um pequeno aumento de vendas no quarto trimestre de 2016, o mercado de PCs não consegue se recuperar, pois para o grande mercado o foco principal são os smartphones. Os consumidores preferem gastar em um smartphone do que em um PC  e aumentar ao máximo a vida útil deste equipamento.

O mercado continua com a liderança da Lenovo, seguido por HP e Dell, que mesmo com queda nas remessas mantiveram suas posições. Já ASUS teve uma grande queda neste mercado, caindo 48,3% em suas remessas só no quarto trimestre de 2016 e assim perdendo mercado para Apple e Acer.

As vendas na Europa, Oriente Médio e África totalizaram 22 milhões de unidades no último trimestre de 2016, um declínio de 3,4% em relação ao mesmo período de 2015. As remessas de PCs da Europa Ocidental mostraram melhores resultados no período, graças a uma Black Friday bem-sucedida. Os notebooks tradicionais, os dobráveis ultraportáteis, os dispositivos híbridos e os computadores para jogos venderam particularmente bem entre os consumidores do Reino Unido e da França. O segmento de negócios registrou crescimento nas remessas de PCs, liderado pelas implantações do Windows 10 no último trimestre de 2016.

O mercado de computadores da Ásia/Pacífico totalizou 24,8 milhões de unidades no quarto trimestre de 2016, uma queda de 3,9% em relação ao mesmo período de 2015. As vendas foram afetadas por dois grandes eventos. Primeiro, a desmonetização da moeda indiana levou a uma demanda de consumo de PCs mais fraca que o esperado. Em segundo lugar, o sucesso do 11.11 (Singles Day em 11 de novembro), um evento de compras on-line na China, que deu um impulso às vendas de notebooks.

As remessas mundiais de PCs totalizam 269,7 milhões de unidades em 2016 (ver Tabela 3), mesmo nível de 2007. A consolidação do mercado aumentou no último ano, uma vez que os três principais fornecedores (Lenovo, HP e Dell) representaram 54,7% das vendas mundiais de PCs em 2016, comparado a 51,5% em 2015.

 

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

<

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.