No futuro o setor de gerenciamento de ativos, como bancos, passará por mudanças e transformação drásticas quando os executivos utilizarem todo o potencial da blockchain. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

A SwissBorg, com sede em Lausane, na Suiça, é uma rede bancária de gestão de patrimônio digital e tem uma abordagem totalmente virtual que opera com computadores descentralizados.

Pretende entrar no Brasil com o objetivo de simplificar o entendimento do mercado de investimentos digitais para todos aqueles que se interessam pelo tema.

A empresa cria e provê um “ecossistema democrático” para gerenciar um portfólio dos chamados “criptorrecursos”, desenvolvidos para cada perfil de cliente.

Trata-se de um novo modelo de negócios que busca revolucionar o gerenciamento de patrimônio com uma abordagem centrada em uma comunidade, alimentado pela moeda digital Ethereum (primeira ICO do mercado internacional) com ações inteligentes. Num futuro próximo, o SwissBorg pretende ser o primeiro cyber-banco Suíço a oferecer criptosserviços para investimentos.

Entre as estratégias de investimento, o grupo acredita que a inteligência Swarm, juntamente com a automação em escala, evita erros humanos e, com a otimização da inteligência artificial, proporciona o mais alto nível de confiabilidade à governança e às estratégias de negociação.

Sua oferta está focada em Contratos Inteligentes, pois é um tipo de investimento alimentado pela tecnologia Ethereum Blockchain, uma combinação de criptografia e digitalização que permite mais acessibilidade e personalização.

Em conversa com Cyrus Fazel, CEO e fundador do SwissBorg, o “entusiasta do blockchain” previu: “Como a indústria bancária está apta a uma Disrupção Digital, uma nova estrutura bancária, construída com contratos inteligentes, é o futuro”.

Uma nova era no sistema financeiro suíço chega ao Brasil em 2018
Cyrus Fazel, CEO e fundador da SwissBorg

“Estamos no início de uma nova etapa, o crescimento das organizações descentralizadas é exponencial e o SwissBorg é uma das poucas ICOs que traz o melhor dos dois mundos: gerenciamento de patrimônio e tecnologia blockchain”, afirma o executivo. Segundo Fazel, o Brasil é um centro muito importante para o desenvolvimento dos negócios: “O Brasil apresenta muitas oportunidades, o mercado é enorme e a nossa intenção é estabelecer a SwissBorg no país no final do primeiro trimestre de 2018. Queremos oferecer toda nossa expertise para os brasileiros”.

“A tecnologia blockchain será uma força massivamente perturbadora no setor financeiro nos próximos anos. Aumentará a concorrência, melhorará os serviços, o acesso à informação e reduzirá as barreiras nacionais e os custos de transação. Nossa missão é desenvolver uma empresa que ofereça serviços financeiros democráticos e acessíveis a qualquer pessoa de qualquer lugar em qualquer momento do mundo”.

Quer conhecer um pouco mais da empresa? Acesse este link.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Uma nova era no sistema financeiro suíço chega ao Brasil em 2018