Home NOTÍCIAS Artista brasileiro, que vive na Europa, é convidado a compor e...

Artista brasileiro, que vive na Europa, é convidado a compor e produzir a trilha sonora de documentário internacional

São Paulo SP 6/8/2021 – Me sinto honrado pelo convite e estamos trabalhando muito para esse grandioso projeto.Nil Lus cantor, compositor, escritor e ex-atleta, nascido em Belo Horizonte (MG), Brasil e vive há 30 anos na Alemanha, é convidado a produzir e participar de um documentário que será lançado nacional e internacionalmente pela Netflix.

Com o isolamento social, a busca por assinatura de streamings, cresceu consideravelmente. Por isso as produções também aumentaram. Plataformas como a Netflix, por exemplo, tem buscado produzir e lançar conteúdos mensais.

Nesse contexto, a busca por artistas que possam participar de tais produções também está alta. Oportunidades estão surgindo, para diversas personalidades, inclusive para artistas brasileiros, como é o caso de Nil Lus, cantor que foi convidado para produzir e participar de um documentário que será lançado pela Netflix.

Para Nil, o aumento do consumo por conteúdos audiovisuais tem aberto oportunidades para artistas. “O perfil do consumidor aumentou consideravelmente por causa da pandemia, as pessoas tem passado mais tempo assistindo conteúdos como séries e filmes. Isso tem gerado oportunidades para nós artistas brasileiros. O convite para participar dessa produção foi irrecusável, é uma oportunidade única”, comenta.

O artista é licenciado em Educação Física pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e em Administração de Empresas e Economia pela FUMEC (Fundação Universitária Mineira de Educação e Cultura). Ex-atleta da Seleção Nacional do Brasil de Handebol (Campeão Nacional e Sul Americano). Conhecido por seus amigos no meio esportivo com apelido “Canhão”. Escreveu o seu primeiro livro de poemas e a sua primeira canção aos dez anos de idade (“Pássaro De Fogo”).

Nil Lus já compôs mais de 1000 canções (letras e músicas). Viajou em concertos pela América, Europa e Ásia. Tem 11 discos gravados, e participou no 38º Montreux Jazz Festival – Julho 2004. E pela segunda vez retorna em Julho 2016 no emblemático aniversário de 50º Montreux Jazz Festival selecionado pelo diretor honorário ex-produtor de Michael Jackson: Quincy Jones. Podendo acompanhar seus trabalhos e premiações em suas redes sociais.

Durante vários anos na Europa, sempre levando sua arte e o nome de seu país que é o Brasil, para o mundo, Nil com mais esse projeto internacional, se encontra em Studio gravando suas composições autorais, para o documentário “Hera – A cidade das mulheres”, onde o tema abordado será amplo , mostrando desde o empoderamento feminino, até sobre um dos maiores problemas sociais em todo mundo que é o feminicídio.

Será gravado no Brasil o clipe da música principal do documentário, com a participação de uma cantora internacional e vários artistas nacionais e internacionais que em breve estará sendo divulgado. Toda essa produção e realização, vem de uma empresa, a Diáspora Marketing Solutions da Inglaterra, representada por Jonh Fayika empresário e CEO do artista.

E em breve será divulgado no Brasil e em vários países inclusive outros projetos que estarão em produção, levando informações aos seus fãs e os que acompanham seus trabalhos.

Para mais informações basta acessar: @nillusoficialArtista brasileiro,  que vive na Europa, é convidado a compor e produzir a trilha sonora de documentário internacional

Website: https://www.nilartelus.com/

https://youtube.com/watch?v=UCUqyv0K5bz3rEK5EPdZmsHg

Previous articleDia dos Pais 2021: casais homoafetivos têm filhos biológicos
Next articlePesquisadores se unem para estudo único com o objetivo de se comunicar com baleias