Home Cultura ABLC lança campanha “Doe ovos a quem tem fome” para levar alimentos...

ABLC lança campanha “Doe ovos a quem tem fome” para levar alimentos nutritivos a comunidades carentes

Iniciativa é a continuação do projeto Proteína Básica, que entregou no ano passado 7,4 toneladas de frango congelado em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo



A Associação Brasileira Low Carb (ABLC), em parceria com Brasil Low Carb, está lançando a campanha “Doe ovos a quem tem fome”. O objetivo é arrecadar fundos para comprar e distribuir alimentos de alto valor nutricional a comunidades carentes das cidades de Florianópolis, Porto Alegre e São Paulo. O ovo é um dos alimentos mais completos e ricos nutricionalmente, sendo uma boa fonte de proteínas e boas gorduras.

A pandemia intensificou a crise econômica no Brasil, levando milhões de pessoas a terem dificuldades até para se alimentarem. Para mitigar esse problema, uma ação comum é a doação de cestas básicas. Membro da diretoria da ABLC e idealizadora do Brasil Low Carb, Mariana Bastian, explica que a cesta básica, porém, é formada basicamente de farinhas, óleos vegetais e industrializados, ou seja, alimentos que podem ser nocivos à saúde e pobres nutricionalmente. A campanha quer preencher essa lacuna na mesa dos brasileiros.

A iniciativa é a continuação do projeto Proteína Básica, que entregou no ano passado 7,4 toneladas de frango congelado para instituições filantrópicas nas capitais de Santa Catariana, Rio Grande do Sul e São Paulo, graças a doações espontâneas.

Agora, o foco da campanha será arrecadar fundos para comprar ovos, um dos alimentos mais completos e ricos nutricionalmente, sendo uma boa fonte de proteínas e gorduras. Além de amenizar a fome e melhorar a qualidade da alimentação destas famílias, o projeto Proteína Básica também visa conscientizar e informar, mostrando a importância de priorizar a comida de verdade e evitar calorias vazias (carboidratos processados e açúcares) e ultraprocessados.

A campanha surge como consequência dos valores da ABLC, entre os quais, a responsabilidade social, que a associação coloca em prática suprindo às necessidades das pessoas referente as informações precisas e científicas sobre saúde, alimentação e qualidade de vida. “Por causa da situação atual do país, e detectando o baixo valor nutricional dos
alimentos que compõem a cesta básica tradicional, a diretoria da ABLC entendeu que, além do papel informacional da instituição, fazia-se necessária uma ação concreta”, esclarece o médico e diretor-presidente da entidade, José Carlos Souto. O objetivo da campanha promovida pela entidade é, também, complementar a doação de cesta básica tradicional.

As doações para a campanha podem ser feitas por meio deste link.

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

Quais os cuidados com os cães no verão?
Previous articlePesquisa revela principais meios de pagamento dos brasileiros em meio à Covid-19
Next articleMercado Imobiliário se torna mais tecnológico