NOVIDADES

Como tornar a logística inteligente pós-pandemia reduzindo custos e aumentando a lucratividade

Como tornar a logística inteligente pós-pandemia reduzindo custos e aumentando a lucratividade


Apesar do crescente uso de tecnologia, o setor logístico ainda é considerado conservador
by 24 de agosto de 2020 0 comments

Por Fabrício Santos *

Os custos logísticos são determinados pelos gastos com transporte, estoque, armazenagem e serviços administrativos.

Somados, eles comprometem mais de 12% do PIB do País, de acordo com a Confederação Nacional de Transportes (CNT).Considerando que, diante da pandemia do Coronavírus, o faturamento do e-commerce brasileiro em abril cresceu 81% na comparação com o mesmo período do ano passado, é possível presumir que os gastos logísticos também aumentaram a partir da maior adoção dessa modalidade de vendas.

Os dados acima fazem parte do estudo da Compre&Confie, que também registrou 24,5 milhões de compras on-line, quase o dobro da quantidade registrada em abril de 2019. Em meio a este crescimento, tornou-se imprescindível garantir a eficiência das entregas, aliada à redução dos custos da operação.

Apesar de vivermos um período de busca por digitalização de processos, sobretudo após a pandemia, que está forçando as empresas a reverem seus processos logísticos para suprir o aumento da demanda com comodidade e segurança, o setor logístico ainda é considerado conservador. Por isso, o primeiro passo para a redução de custos logísticos é a mudança de mentalidade.

A logística de 20 ou 30 anos, ainda que satisfatória para algumas organizações, não é uma prática efetiva para os dias de hoje. Atualmente, o cliente está mais exigente no que tange à conveniência, visibilidade, interação e segurança.

Portanto, é necessária uma logística otimizada, que preconiza uma gestão com softwares, cujo uso trará também redução de custos e, consequentemente, mais lucro.Agora que já sabemos as razões para a mudança de pensamento na adesão de uma logística digital, vamos às dicas para diminuir os gastos, controlando fatores que podem interferir no custo logístico de uma organização.

1 — Tenha visibilidade de seus produtos para uma gestão eficaz e ágil:  dentro dos centros de distribuição, a gestão inteligente dos produtos é essencial para corroborar com processos eficientes de separação e reduzir perdas e avarias. Um sistema de gerenciamento de armazém fornece um mapa dos estoques, trazendo visibilidade dos itens e ajudando a ganhar agilidade na montagem dos pedidos, além de evitar erros e retrabalhos. Com o sistema, ganha-se também mais tempo para o preparo de pedidos, aumentando a qualidade e confiabilidade desse processo.

2 — Alcance a competitividade e garanta um cliente satisfeito com uma malha de entrega inteligente: reduzir o tempo percorrido entre a expedição e o recebimento pelo cliente ajuda a diminuir os custos logísticos. Quanto menor for o tempo, menor será o custo. Para controlar esse fator, um sistema de gerenciamento de transportes planeja rotas de entrega com eficiência, sempre visando o menor custo e maior agilidade para atendimento dos clientes.

3 — Faça o controle de indicadores para melhorar o desempenho da logística de transporte: gastos externos correspondem a 60% dos custos logísticos e são compostos por pedágios, pessoas, combustíveis e caminhões (veículos, manutenção, combustível e pneus).

Por isso, é importante ter estes indicadores controlados. Com um sistema de gestão de entrega, que fica entre os sistemas de gestão empresarial (ERP) e o de gerenciamento de transporte (TMS), é possível rastrear velocidade, fretes, gestão de entrega em tempo real e controle da frota.É perceptível que a logística atual está mais relacionada a uma nova forma de gestão do que de inserção de métodos e ferramentas.

Empresas de qualquer porte devem elaborar um plano de logística estratégico para definir a maneira como desejam atender seus clientes, reduzir custos e aumentar a lucratividade. Colocar este novo modelo de gestão em prática requer uma mudança de mentalidade na forma como os processos logísticos são administrados. Entendendo isso, a implementação de sistemas é um passo inevitável e, quando bem coordenado, acertado.

 

* Fabrício Santos é especialista em Logística da MáximaTech e da onBlox

 

 

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA



Veja também
Brasil Game Show de 2020 é oficialmente adiada
LG apresenta novo Monitor UltraWide Gamer
Ensino universitário e mercado de trabalho: mind the gap

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.