NOVIDADES

Conheça o termômetro que mede a temperatura do bebê em apenas 4 segundos

Conheça o termômetro que mede a temperatura do bebê em apenas 4 segundos

por 26 de dezembro de 2017 0 comentários

Termômetro digital com infravermelho 2 em 1: mede a temperatura pelo ouvido ou na têmpora

Medir a temperatura é chato, você coloca o termômetro debaixo do braço e espera, espera até apitar o equipamento. Se para os adultos isso já é chato imagine em um bebê?

Agora os país podem diminuir esse incômodo, a empresa NUK lançou o Termômetro Digital Infravermelho 2 em 1, que mede a temperatura no ouvido ou têmpora e o resultado aparece em apenas 4 segundos.

Além de medir a temperatura do corpo ele pode ser utilizado para medir a temperatura do ambiente e de superfícies, como por exemplo, de alimentos ou até da água do banho.

O termômetro vem com bateria de lítio, base de apoio e os valores medidos aparecem na tela do equipamento e além disso possui iluminação na ponta, indicando se tem febre (luz vermelha) ou não (luz verde).

O equipamento já está disponível no mercado e tem preço sugerido de R$ 209,90.

Para esclarecer algumas duvidas sobre a febre, o Dr. Marco Aurélio Safadi, CRM 54792, responde algumas perguntas.

Qual é a definição de febre?
A febre é definida como uma elevação na temperatura central do corpo, traduzindo uma resposta do organismo. Em condições normais a temperatura do corpo apresenta variações entre 0,5 °C a 1°C, sendo os menores valores medidos na madrugada e os maiores valores no final da tarde, com um valor médio de 36,5°C. A febre é considerada para valores acima de 37,5°C.

Quais são os riscos e benefícios da febre?
O aumento da temperatura melhora a resposta imune da criança, retardando o crescimento de vários vírus e bactérias. Sendo assim, podemos considerar a febre como uma resposta do nosso organismo e que deve ser tratada apenas em determinadas circunstâncias. Por exemplo, temperaturas acima de 38 °C ou 38,5°C, geralmente estão associadas ao desconforto, fazendo com que a redução da temperatura através da administração de antitérmicos, faça as crianças se sentirem melhor.

Quando devemos procurar o pediatra?
Mais importante que o grau da febre, é o estado geral da criança, ou seja, se a criança tem febre, mas está ativa, disposta e sorridente, é necessário observar. Entretanto, quando a criança com febre, mesmo que seja baixa, está abatida, gemente e não brinca, pode estar frente a um quadro mais sério e o pediatra deverá ser imediatamente avisado.

O banho morno pode ajudar?
Quando a febre aumenta, o banho com água morna pode ser realizado, entretanto, cabe reforçar que não se deve, em hipótese alguma, utilizar álcool ou água fria no banho. O álcool pode causar queimaduras na pele das crianças e a água fria pode provocar calafrios, piorando a sensação de desconforto.

Por que e quando ocorrem as convulsões por febre?
Em crianças de seis meses a cinco anos, existe um risco maior das chamadas crises convulsivas febris. É importante destacar que, a ocorrência destas crises está ligada a uma predisposição que algumas crianças apresentam, ou seja, o principal fator que determina o risco da crise não é o grau da temperatura, mas sim a presença desta predisposição. Portanto, algumas crianças podem ter o desencadeamento de uma crise com apenas 38 °C de temperatura e outras podem apresentar temperaturas elevadas, acima de 39,5 °C e nada ocorrer.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Radar Nacional – www.radarnacional.com.br

Nenhum comentário ainda

Seja o primeiro a comentar

Ainda não há comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta