A disseminação do novo coronavírus pelo mundo suspendeu inúmeros eventos, incluindo shows, peças teatrais, exibições de filme até jogos de futebol e festas populares, como o São João. [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Mas os festivais gastronômico também estão nessa lista.

Além de impulsionar o turismo em diferentes regiões do país, esses festivais mostram a diversidade da gastronomia brasileira e as novidades nos cardápios.

Nos últimos anos, cresceram aqueles que oferecem pratos mais saudáveis, feitos a partir de alimentos orgânicos e frutas, com opções vegetarianas e veganas.

Nessa quarentena, se você está com saudades de sair de casa para se esbaldar em pratos deliciosos, feitos com alimentos de qualidade, e acompanhados por bebidas saudáveis, como sucos naturais e chás, veja alguns dos festivais gastronômicos mais conhecidos do Brasil.

Brasil Sabor
Considerado o maior evento gastronômico do planeta, o Brasil Sabor ocorre de forma descentralizada, em 42 cidades de 19 estados do país. O festival reúne 519 restaurantes, que cadastram um prato que represente a comida do lugar onde eles se localizam, valorizando, assim, os ingredientes encontrados em cada região.

Quem quiser participar do festival deve acessar o site do Brasil Sabor para conferir a lista de opções do cardápio e os horários de funcionamento. Os preços variam de acordo com os pratos. Em 2020, o evento foi adiado em função da pandemia e ainda não tem data para ocorrer presencialmente.

Entre as opções disponíveis no site, estão raviolis de pato em espelho de tucupi e jambu, com sobremesa de minicalzone recheado por avelã e cupuaçu. Outras delícias da comida amazônica são o ravioli de maniçoba e o risoto yanomami, cuja entrada são dadinhos de tapioca com melaço de pupunha. Há, ainda, opções vegetarianas, como moqueca de palmito.

Comida Di Buteco
Esse festival é uma competição para ver qual é a melhor comida de boteco do país. Tendo começado como um evento pequeno, que reunia apenas alguns estabelecimentos, hoje, o Comida Di Buteco ocorre em diferentes cidades do país, nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Ceará, Goiás, Amazonas e Rio de Janeiro.

Os estabelecimentos devem cadastrar os pratos no site do evento. Preparadas por diferentes chefs, as opções misturam a simplicidade dos botecos e o refinamento de cozinheiros profissionais. Tradicionalmente, o festival acontece entre abril e maio. Em função da pandemia, a edição de 2020 foi adiada para o mesmo período em 2021.

Entre os pratos campeões de edições anteriores, estão pernil desfiado marinado na cerveja, acrescido de purê de mandioca, requeijão e parmesão, servido com pão pita, creme de pimenta e farofa de castanha-do-pará. Outro campeão foi batata recheada com lombo assado e desfiado com requeijão cremoso regado com barbecue.

Festival de Sopas da Ceagesp
Esse festival reúne diferentes sabores de sopa na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), empresa de abastecimento que configura o terceiro maior centro atacadista de alimentos do mundo e o primeiro da América Latina.

Este é um dos eventos mais esperados do inverno paulistano, ocorrendo entre maio e agosto. Os visitantes devem pagar um valor fixo de 40 reais e podem consumir inúmeros pratos sem limitação, como o creme de pinhão com cream cheese, a sopa de pedra e o caldo de quenga.

Há anos, a sopa de cebola é a principal atração do festival, sendo oferecida na versão tradicional ou gratinada. Além das sopas, o buffet oferece elementos como croutons, calabresa assada, pães, queijo ralado, ricota, entre outros. Bebidas, antepastos e sobremesas são cobrados à parte.

Os cardápios variam a cada semana e, a cada sete dias, são oferecidas dez opções de sopa, incluindo creme de abóbora com gengibre, fondue de queijo com brócolis, canja de galinha, minestrone e caldo verde. Na quarentena, o Festival de Sopas da Ceagesp estará funcionando a partir de delivery e drive-thru.

 

[/read]
 

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA

 

Veja também
Brasil Game Show de 2020 é oficialmente adiada
LG apresenta novo Monitor UltraWide Gamer
Ensino universitário e mercado de trabalho: mind the gap