NOVIDADES

Dobra número de multas por falta de cinto de segurança em Porto Alegre


by 15 de janeiro de 2015 0 comments

As multas por falta do uso de cinto de segurança cresceram 114% em Porto Alegre em 2014. Balanço da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou 17.642 autos de infração em 2014, contra 8.245, em 2013.

A cada dia, 48 motoristas são flagrados desrespeitando a norma de trânsito nas ruas da capital. A infração é considerada grave pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O condutor que infringir a lei recebe multa de R$ 127,69 e perde cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A gerência de fiscalização de trânsito da EPTC afirma que a gravidade dos acidentes aumentou por conta do excesso de velocidade e falta do equipamento de segurança. Ações de fiscalização foram intensificadas com foco na conscientização dos motoristas.

Menos acidentes
Os acidentes de trânsito na capital gaúcha diminuíram 17,66% em 2014. Foram 18.528 ocorrências no ano passado contra 22.502 em 2013. O número de feridos caiu 6,61% – de 8.834 para 8.250 na comparação. Acidentes envolvendo motocicletas reduziram 9,09% – 4.553 a 5.008 – atropelamentos, menos 7,02% – 1.510 a 1.624.

O número de vítimas fatais cresceu 8,66%, passando de 127, em 2013, para 238, em 2014. Dos 138 mortos, 58 eram motociclistas e 56 pedestres morreram em razão de atropelamentos. Houve uma redução de 61,5% de mortes por atropelamentos nos corredores de ônibus (5 a 13).

O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, afirma que houve uma diminuição no número de acidentes, mesmo com o aumento da frota, mas o número de vítimas fatais cresceu em razão do excesso de velocidade, da falta de atenção, do desrespeito às normas do trânsito. “Temos que trabalhar e evoluir muito ainda para um trânsito mais consciente, com menos conflitos, reforçando ações que envolvam pedestres e motociclistas”, finaliza.

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.