Home Cultura Evite as dores musculares causadas pelo aumento da rotina Home Office

Evite as dores musculares causadas pelo aumento da rotina Home Office

As dores musculares foram uma das causas mais comuns no último ano; saiba como evitá-las

A nova era já começou e as empresas estão começando o processo de adaptação para os novos métodos de trabalho, um deles é o regime Home Office. Porém os trabalhadores se veem em frente a diversas adversidades como adaptação de internet, computadores e demais utensílios que tinham nos escritórios.

Uma dessas rotinas é o conforto de um ambiente planejado para o trabalho, fazendo que dores musculares serem uma das causas mais comuns no último ano.

A procura para tratamentos musculares e readaptação de movimentos foi 58% maior no segundo semestre de 2020 comparada ao ano anterior, sendo uma das maiores queixas a dor nas costas.

Você já ouviu falar que temos que ficar deitados para aliviar a dor?

É algo comum e rotineiro. Se temos dor, procuramos o repouso. Porém, dentre os estudos mais modernos, entende-se que ficar parado, pode piorar as dores nas costas, por isso não é recomendado o trabalho na cama.

Os estudos provam que os movimentos são benéficos para alívio das dores, as articulações em movimento ficam melhor lubrificadas. O movimento gera a liberação de hormônios e substâncias que auxiliam na redução das dores e sensação de bem estar.

Então, movimente-se devagar, mas não deixe de fazer suas coisas e manter sua rotina. Respeite sua dor, não force, não exagere. Mas, entenda que seu corpo não É frágil, ele apenas ESTÁ frágil. Caminhadas são uma boa pedida.

O Fisioterapeuta Rodrigo Fazio conta que os pacientes muitas vezes chegam a ele alegando dores crônicas “em alguns casos as pessoas acham que o esforço físico é que causa a dor, aumento assim o período inativo fazendo que a situação se agrave”.

Porém não a motivos para desespero, Rodrigo traz algumas dicas para a melhora e fortalecimento da musculatura nesse momento crítico que estamos vivendo. “Existem alguns passos que pode mudar a vida das pessoas que se queixam de dores que antes não tinham, chamo os de passos básicos, se mesmo assim a dor persistir um especialista deve ser consultado para uma checagem mais profunda”.

Calma ao acordar
Vivemos em um mundo extremamente corrido, estamos cada vez mais acelerados. Uma noite de sono é restauradora e fundamental para termos uma saúde melhor. Quando dormimos estamos sem nos movimentar, por isso ao acordar tente se espreguiçar, alongar levemente para que seu corpo acorde aos poucos e comece a distribuir energia para os músculos.

Cuidados com a postura
Sabemos que não existe a postura perfeita, porém temos que nos atentar a forma que sentamos no trabalho, se a cadeira e o local de trabalho estão adequados, se estamos esparramados no sofá, se nós apoiamos sobre uma perna. Ao cuidarmos da postura teremos uma chance menor de ter algum tipo de desconforto na coluna, pois durante a vida adquirimos muitos vícios posturais errados.

Sempre que possível faça pausas a cada duas horas ou mude de posição, se movimente, não fique parado muito tempo na mesma postura. Esses cuidados precisam ser feitos tanto sentado quando andando. Fique de olho e mantenha sua coluna ereta.

Faça exercícios que te desafiem
Busque a prática de exercícios e atividades que motivam, além de trabalhar o corpo, fortalecer e também ajudar no condicionamento físico você está estimulando boas práticas tanto para o corpo quanto para a cabeça. Melhor fazer algo leve do que não fazer, as vezes o menos é mais.

Dança, esportes coletivos, yoga, não importa qual seja apenas faça, respeite seus limites mas faça! A atividade física irá fortalecer a musculatura das costas e do abdômen, promovendo a adequação postural e combatendo a dor. Quanto mais músculos você tiver no seu tronco, menos peso será descarregado na coluna e nos pontos de tensão, aliviando as dores ou mesmo, eliminando-as.

Não esqueça de se alongar
O Alongamento é mais uma forma de melhorar alguns desconfortos da coluna, faça de maneira suave sem força. Repita algumas vezes e tente respirar profundamente enquanto alonga.

Afinal alongamento é muito bom para ajudar na nossa flexibilidade. Caso sinta dor durante a execução do alongamento não faça e procure ajuda de um profissional. Além de ajudar na dor, alivia tensões musculares também.

Essas são dicas simples, mas que se praticadas no dia a dia podem trazer uma grande melhora. 2020 foi o ano de adaptação a novas realidades e a saúde precisa como sempre estar em primeiro lugar. 

Casos esses alongamentos não surtam efeito um profissional deve ser procurado para um tratamento mais intensivo e rastreio da origem da dor.

Previous articleMercado de celulares tem alta de 10% no terceiro trimestre de 2020, segundo a IDC Brasil
Next articleMouse gamer mais rápido do mundo foi aprimorado com nova tecnologia Hyperpolling

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.