Home Cultura Iniciativa do Google e Museu do futebol mostra quando o futebol feminino...

Iniciativa do Google e Museu do futebol mostra quando o futebol feminino foi proibido no Brasil

Uma iniciativa muito bacana quer retratar os anos de proibição do futebol feminino no Brasil, e você pode colaborar! [read more=”Continuar lendo…” less=”Menos”]

Até o dia 23/06, qualquer pessoa poderá compartilhar pelo site do Museu do Impedimento documentos, vídeos, áudios e fotos sobre o futebol feminino no país. A iniciativa já conta com depoimentos de pioneiras do esporte, entre elas Léa Campos, a primeira árbitra do mundo, e a artilheira Mariléia “Michael Jackson” dos Santos.

Por mais surreal que isso possa parecer, a modalidade já foi realmente proibida no Brasil. De 1941 a 1979, um decreto proibiu as mulheres de jogarem futebol por aqui, e o  mesmo aconteceu em outros países, como Inglaterra (de 1921 a 1971), Alemanha (de 1941 a 1971) e França (de 1941 a 1971).

Apesar do impedimento, muitas mulheres seguiram jogando, mas suas histórias nunca foram contadas por órgãos oficiais.

Iniciativa do Google e Museu do futebol mostra quando o futebol feminino foi proibido no Brasil
Lea Campos, primeira árbitra brasileira, em foto de 1967

Em busca de todas essas histórias e personagens que viveram durante esse período, o Google Arts & Culture e Museu do Futebol, junto com a rede de estúdios criativos AKQA, lançam o “Museu do Impedimento”, uma experiência digital colaborativa para retratar os anos de proibição do futebol feminino no país.

“Queremos dar visibilidade à importância de recuperar a história do futebol feminino no Brasil e garantir que um público mais amplo tenha a oportunidade única de conhecer as histórias dessas mulheres pioneiras que continuaram jogando bola mesmo nos anos de proibição e abriram as portas para as novas gerações”, afirma Lauren Pachaly, diretora de marketing do Google Brasil.

Com isso, qualquer pessoa poderá compartilhar documentos, como vídeos, áudios, fotos e depoimentos de suas coleções pessoais dos anos de proibição do futebol feminino. Basta fazer o upload do material direto no site.

“É emocionante saber que através desse projeto temos a oportunidade de contar parte da história que permanece em branco — os anos de proibição do esporte”, explica Camila Machado, atendimento da AKQA.

“Me apaixonei pelo projeto porque fui surpreendida por ele. Como joguei bola durante anos, pensar em traduzir essa “não história” em imagem e dar voz a um período em branco me instigou bastante. Foi o gatilho pra transformar imagem em reflexão, em soco no estômago, em poesia”, resume Rafa Carvalho, diretora de cena do filme.

 

[/read]

INSCREVA-SE NO CANAL DO YOUTUBE DO VIDA MODERNA
Iniciativa do Google e Museu do futebol mostra quando o futebol feminino foi proibido no Brasil

Veja também
Copa do Mundo: Jorge Ben Jor lança música inédita em homenagem ao futebol
Rio receberá Campeonato Brasileiro Interclubes de Futebol de Mesa
Twitter lança emoji em homenagem às mulheres no futebol

Previous articleTradicional Festa Junina Vegana ocorrerá em novo local na Vila Mariana
Next articleAMD anuncia sua próxima geração de processadores Ryzen

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.